Banca de DEFESA: ANDERSON RODRIGUES DE OLIVEIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANDERSON RODRIGUES DE OLIVEIRA
DATA: 18/03/2016
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório Departamento de Fisioterapia
TÍTULO:

Efeito da terapia laser de baixa intensidade associada ao exercício aeróbio no reparo de tenotomia do calcâneo de ratos diabéticos.


PALAVRAS-CHAVES:

Diabetes Mellitus. Fototerapia. Exercício. Tendão de Aquiles. Cicatrização.


PÁGINAS: 60
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Fisioterapia e Terapia Ocupacional
RESUMO:

       

Diabetes Mellitus (DM) é um grupo de doenças caracterizada por anormalidades metabólicas e complicações crônicas. A hiperglicemia característica dessa doença produz glicosilação de proteínas e consequente acúmulo de produtos finais da glicosilação em vários tecidos humanos, entre eles, o tendão. O exercício aeróbio (EA) e a terapia laser de baixa intensidade (TLBI) têm sido utilizados no manejo de tendinopatias em indivíduos com ou sem DM. Objetivo: O objetivo desse estudo é observar o efeito da TLBI e o EA, associados, no processo de reparo tecidual do tendão de Aquiles (TA) de ratos diabéticos. Métodos: Foram utilizados 91 animais divididos nos seguintes grupos: grupo controle (GC), grupo controle lesionado (GCL), grupo diabético (GD), grupo diabétido laser (GDL), grupo diabético treinado (GDT) e grupo diabético treinado laser (GDTL). De acordo com o grupo, os ratos foram submetidos intervenção do EA, TLBI ou associação dos dois recursos. Foram analisadas as características morfológicas, biomecânicas e moleculares. Resultados: O peso final dos animais diabéticos foi estatisticamente menor quando comparado com os animiais controles (p <0,01). A glicemia dos animais diabéticos foi estatisticamente maior quando comparado aos grupos controles (p<0,01). Os testes biomecânicos indicaram melhoras significativas nos animais dos grupos GC e GDTL quando comparados aos grupos diabéticos nas variáveis de carga máxima, distensão, energia absorvida, stress, área de secção transversa, módulo elástico e densidade de energia (p<0,05). A análise por meio de biologia molecular indicou que a associação do exercício aeróbio e Laser promoveu aumento da expressão gênica de colágeno I e modulou a expressão das MMP2 e MMP9. Não foi observada melhora significativa nas variáveis morfológicas estudadas. Conclusão: a TLBI associada ao exercício aeróbio promove melhora nas propriedades mecânicas e no controle da expressão gênica do colágeno I e da MMP2 e MMP9 de ratos diabéticos. Palavras-chave Diabetes Mellitus. Fototerapia. Exercício. Tendão de Aquiles. Cicatrização


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2323511 - ADRIANA AUGUSTO DE REZENDE
Externo à Instituição - NIVALDO ANTONIO PARIZOTTO - UFSCAR
Presidente - 2566849 - WOUBER HERICKSON DE BRITO VIEIRA
Notícia cadastrada em: 09/03/2016 15:27
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao