Banca de DEFESA: CAIO ALANO DE ALMEIDA LINS

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CAIO ALANO DE ALMEIDA LINS
DATA: 15/12/2015
HORA: 08:30
LOCAL: Auditório do Departamento de Fisioterapia
TÍTULO:

EFEITO TARDIO DO KINESIO TAPING NA FUNÇÃO DO MEMBRO INFERIOR E NO DESEMPENHO NEUROMUSCULAR DO QUADRÍCEPS FEMORAL DE MULHERES SAUDÁVEIS: ENSAIO CLÍNICO E RANDOMIZADO.


PALAVRAS-CHAVES:

Equilíbrio postural, torque, eletromiografia.


PÁGINAS: 99
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Fisioterapia e Terapia Ocupacional
RESUMO:

Introdução: o Kinesio Taping (KT) vem sendo utilizado em pessoas saudáveis para aumentar o desempenho neuromuscular, entretanto são raros os estudos que avaliaram os seus efeitos tardios, apesar destes serem sugeridos. Objetivo: analisar o efeito tardio do KT no desempenho neuromuscular do quadríceps femoral, na oscilação do centro de pressão e na função do membro inferior de mulheres saudáveis. Materiais e métodos: ensaio clínico, randomizado e cego, composto por 60 mulheres (idade média de 21,9 ± 3,3 anos e IMC 22,3 ± 2,2 Kg/m2) submetidas à avaliação da oscilação do centro de pressão através da baropodometria, da função do membro inferior por meio do salto, do desempenho isocinético do joelho, da atividade eletromiográfica do vasto lateral (VL) e do senso de posição articular do joelho (SPA). Em seguida foram aleatoriamente distribuídas em três grupos de vinte: controle – não aplicou o KT; placebo - aplicação do KT sem tensão no quadríceps femoral; Kinesio Taping - aplicação do KT com tensão, no mesmo grupo muscular. As avaliações foram realizadas em cinco momentos: antes da aplicação do KT, imediatamente, 24h, 48h após aplicação e 24 horas após a sua retirada (72h). Utilizou-se o SPSS 20.0, para a análise. O teste K-S foi utilizado para verificar a normalidade dos dados, o de Levene para homogeneidade das variâncias e ANOVA de modelo misto 3x5 para verificar diferenças intra e intergrupo. Resultados: não houve diferença no pico de torque, na potência e nem na atividade eletromiográfica ou no SPA (p>0,05) entre os grupos. Já na velocidade de deslocamento do centro de pressão houve uma redução imediatamente após a aplicação no grupo Kinesio Taping (p<0,001), mas sem diferenças entre os grupos (p=0,28). Houve uma redução no tempo do pico de torque nos três grupos, nas avaliações após a aplicação do KT (p<0,001) e um aumento no salto único em todos os grupos (p<0,001), mas sem diferenças entre eles. Conclusão: O KT não é capaz de alterar de maneira tardia a função do membro inferior, a oscilação do centro de pressão, o desempenho isocinético, o SPA do joelho e a atividade eletromiográfica do músculo VL, em mulheres saudáveis.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1081828 - CATARINA DE OLIVEIRA SOUSA
Presidente - 1149610 - JAMILSON SIMOES BRASILEIRO
Externo à Instituição - PATRICIA FROES MEYER - UnP
Externo à Instituição - TANIA DE FATIMA SALVINI - UFSCAR
Interno - 2566849 - WOUBER HERICKSON DE BRITO VIEIRA
Notícia cadastrada em: 25/11/2015 14:24
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa26-producao.info.ufrn.br.sigaa26-producao