Banca de QUALIFICAÇÃO: CAROLINA TAVEIRA GONÇALVES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CAROLINA TAVEIRA GONÇALVES
DATA: 03/06/2015
HORA: 14:30
LOCAL: DEPTO DE FISIOTERAPIA
TÍTULO:

AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ELÉTRICA DOS MÚSCULOS RESPIRATÓRIOS E PERIFÉRICOS DURANTE TESTES DE CAMPO EM SUJEITOS COM DOENÇA PULMONAR OBSTRUTIVA CRÔNICA


PALAVRAS-CHAVES:

DPOC, eletromiografia de superfície, músculos respiratórios, músculos periféricos.


PÁGINAS: 60
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Fisioterapia e Terapia Ocupacional
RESUMO:

Objetivo: Avaliar a atividade elétrica de alguns músculos durante a realização de testes de campo em sujeitos com DPOC versus saudáveis. Metodologia: Estudo analítico, transversal, observacional, onde foi avaliada a atividade elétrica por eletromiografia de superfície (EMGS) de dois músculos respiratórios (escaleno (ES), esternocleidomastoideo (ECOM)) e dois músculos periféricos (reto femoral (RF) e deltoide médio (DELT)) em sujeitos com DPOC versus saudáveis, durante o teste de caminhada de 6 minutos (6MWT) e incremental shuttle walking teste (ISWT). Os testes de Shapiro-Wilk e ANOVA Two-Way foram utilizados na análise estatística. Resultados: Dezesseis indivíduos participaram, (8) DPOC (VEF1%pred 52,55 ± 20,16) e (8) saudáveis (VEF1%pred 104,5±12,48) p<0,003. A análise da EMGs intergrupo no 6MWT mostrou linearidade no recrutamento muscular, com maiores índices para os saudáveis. No ISWT houve maior atividade nos músculos respiratórios para o DPOC. Houve diferença no BORG dispneia no ISWT para DPOC (4,25±1,83) vs saudáveis (2,65±0,91) e no 6MWT para DPOC (3,62±1,59) vs saudáveis (1,87±0,64) p<0,001. A fadiga foi semelhante intragrupos (p>0,05), porém com diferenças significativas intergrupos (p<0,0001). Conclusão: Os resultados demonstram que o ISWT acentua a ativação da musculatura respiratória quando comparada ao 6MWT culminando com maior sensação de dispneia relatada, diferentemente da fadiga onde, mesmo com uma menor ativação muscular periférica, os sujeitos com DPOC apresentaram maior percepção quando comparado aos indivíduos saudáveis em ambos os testes.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1545315 - GUILHERME AUGUSTO DE FREITAS FREGONEZI
Interno - 5566309 - VANESSA REGIANE RESQUETI FREGONEZI
Externo ao Programa - 2211046 - LUCIEN PERONI GUALDI
Notícia cadastrada em: 25/05/2015 15:48
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa21-producao.info.ufrn.br.sigaa21-producao