Banca de DEFESA: EMMANOEL CLAUDIO FAGUNDES LEITE

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: EMMANOEL CLAUDIO FAGUNDES LEITE
DATA: 13/05/2015
HORA: 09:00
LOCAL: AUDITÓRIO DO DEPTO DE FISIOTERAPIA
TÍTULO:

EFEITO DO KINESIO TAPING® SOBRE OS MARCADORES CLÍNICOS INDIRETOS DE DANO MUSCULAR INDUZIDO PELO EXERCÍCIO EXCÊNTRICO: ENSAIO CLÍNICO RANDOMIZADO.


PALAVRAS-CHAVES:

Eletromiografia, Torque, Dor musculoesquelética.


PÁGINAS: 67
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Fisioterapia e Terapia Ocupacional
RESUMO:

Objetivo: Avaliar os efeitos do Kinesio Taping (KT) sobre os marcadores clínicos indiretos do dano muscular induzido pelo exercício excêntrico nos flexores do cotovelo, em indivíduos saudáveis. Materiais e métodos: Trata-se de um ensaio clínico e randomizadocom 60 voluntárias entre 18 a 28 anos, recrutadas por conveniência e distribuídas em três grupos com 20 integrantes:Grupo controle (GC) – submetidas ao protocolo excêntrico sem KT, Grupo KT (KT) – protocolo excêntrico com KT tensionado e Grupo Placebo (GP) – protocolo excêntrico com KT sem tensão. As voluntárias foram avaliadas em quatro momentos: o primeiro foi linha de base (AV1), o segundo imediatamente após o protocolo de exercício (AV2) e os dois seguintes 24h (AV3) e 48h (AV4) após a intervenção.  O dano muscular foi induzido por meio de contrações excêntricas máximas dos flexores do cotovelo do membro não dominante a 60°/s.Foram analisados: a amplitude articular em repouso, o nível de dor, o senso de posição articular (SPA), o desempenho isocinético e a atividade eletromiográfica. Os dados foram analisados no software SPSS 20.0. A normalidade foi verificada pelo teste de Kolmogorov-Smirnov e utilizada ANOVA de modelo misto, com significância de 5%, para verificar eventuais diferenças entre os grupos. Resultados: Observou-se diminuição da amplitude articular e aumento imediato da dor que elevou com 24 horas e permaneceu até 48 horas em todos os grupos, mas sem diferenças entre os grupos.Não houve diferença no SPA. As variáveis pico de torque normalizado, pico de torque médio, trabalho total e potência média reduziram até 48 horas após dano muscular, em todos os grupos. Não houve diferença nos valores eletromiográficos entre os grupos. Conclusão: O KT não influencia nos marcadores clínicos indiretos de dano muscular induzido pelo exercício excêntrico nos flexores de cotovelo, em indivíduos saudáveis.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1081828 - CATARINA DE OLIVEIRA SOUSA
Presidente - 1149610 - JAMILSON SIMOES BRASILEIRO
Externo à Instituição - PATRICIA FROES MEYER - NENHUMA
Notícia cadastrada em: 30/04/2015 14:41
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa26-producao.info.ufrn.br.sigaa26-producao