Banca de DEFESA: ANA PAULA FERREIRA AGAPITO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANA PAULA FERREIRA AGAPITO
DATA : 08/11/2022
HORA: 14:00
LOCAL: Sala virtual google meet
TÍTULO:

MERCANTILIZAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR BRASILEIRO:  as contribuições do Serviço Social ao debate


PALAVRAS-CHAVES:

Produção do Conhecimento; Serviço Social; Mercantilização do Ensino Superior.


PÁGINAS: 160
RESUMO:

A presente tese tem como objetivo geral analisar a produção de conhecimento do Serviço Social sobre a mercantilização do ensino superior no Brasil. E como objetivos específicos: problematizar sobre o processo de reconhecimento do Serviço Social enquanto área de produção de conhecimento; identificar as tendências teóricas-metodológicas que norteiam a produção de conhecimento do Serviço Social sobre a mercantilização do ensino superior no Brasil; analisar as implicações do conhecimento produzido pelo Serviço Social sobre a mercantilização do ensino superior no Brasil para o projeto ético-político da profissão. A metodologia adotada se apoia no método materialismo histórico critico-dialético. Recorremos a pesquisa bibliográfica, pesquisa documental, a técnica do Estado da Arte e a abordagem quanti-qualitativa. A pesquisa bibliográfica contemplou o estudo de autores críticos que desenvolvem reflexões sobre a crise estrutural do capital, as configurações da educação brasileira, a mercantilização da educação superior e as discussões pertinentes ao Serviço Social. Na pesquisa documental, realizamos estudos sobre: LDB/1996, dados estatísticos do Censo da Educação Superior de 2017 a 2020, dissertações, teses, artigos, relatório quadrienal CAPES/2017 e o Documento da Área Serviço Social/2019. Utilizamos a técnica Estado da Arte para o mapeamento e a análise dos materiais coletados. Na amostra da pesquisa, foram definidos 10 PPGSS, que corresponde a 02 programas por região do Brasil. Para identificar as 19 dissertações, 09 teses e 05 artigos publicados na Revista Temporalis, utilizou-se os seguintes descritores: mercantilização, educação superior e Serviço Social, política de educação. Estes materiais investigados são referentes ao período de 2007 até o primeiro semestre de 2021. A partir do estudo foi possível analisar sobre os determinantes socioeconômicos e políticos da crise estrutural do capital, os aspectos sócios históricos da particularidade brasileira, o aprofundamento da mercantilização através da ampliação do ensino superior nas IES privadas (presenciais ou EaD), o amadurecimento teórico-crítico e o reconhecimento do Serviço Social como área de produção de conhecimento. Os resultados da pesquisa revelaram: o materialismo histórico-dialético como método das investigações objeto de análise, o fortalecimento da direção social hegemônica estratégica e do projeto ético-político do Serviço Social, o compromisso ético-político com a luta em defesa dos interesses da classe trabalhadora, dos princípios democráticos e, da política de educação pública, gratuita e de qualidade. Com isso, ressalta-se a importância do debate no Serviço Social, enquanto área de produção de conhecimento, na perspectiva de aprofundamento das investigações cientificas sobre as múltiplas faces da mercantilização do ensino superior em tempos de crise estrutural do capital.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1451156 - CARLA MONTEFUSCO DE OLIVEIRA
Interna - 1694568 - DANIELA NEVES DE SOUSA
Interna - 1149518 - SILVANA MARA DE MORAIS DOS SANTOS
Externa à Instituição - HILDERLINE CAMARA DE OLIVEIRA - UnP
Externa à Instituição - IRIS DE LIMA SOUZA - UnP
Externo à Instituição - LUCILENE FERREIRA DE MELO - UFAM
Notícia cadastrada em: 14/10/2022 16:17
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa27-producao.info.ufrn.br.sigaa27-producao