Banca de QUALIFICAÇÃO: SOPHIA DE SOUZA MACÊDO MATA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : SOPHIA DE SOUZA MACÊDO MATA
DATA : 28/08/2020
HORA: 09:30
LOCAL: plataforma virtual
TÍTULO:

O ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES A PARTIR DA PERSPECTIVA DAS FAMÍLIAS


PALAVRAS-CHAVES:

Família. Familismo. Política Social. Acolhimento Institucional. Criança e Adolescente.


PÁGINAS: 31
RESUMO:

O presente projeto de pesquisa tem como objetivo analisar o processo de acolhimento institucional de crianças e adolescentes a partir da perspectiva das famílias. A pesquisa opta por ouvir as famílias sobre o processo de acolhimento, tendo em vista que, no trabalho com famílias, ainda persistem atuações profissionais de caráter moralista e autoritário. A superação da culpabilização das famílias na política de Assistência Social passa por mudanças estruturais, mas também por pensar novas formas de intervenção. Alinhando-se aos fundamentos do Serviço Social, a pesquisa será de abordagem qualitativa, sendo orientada teoricamente pela perspectiva marxista e apoiada no método marxiano. Entre as técnicas de pesquisa, utilizaremos a análise documental e a entrevista semiestruturada. Em relação à análise documental, dar-se-á a partir dos seguintes documentos: Guias de acolhimento, PIA - Plano Individual de Atendimento, Relatórios, ofícios e Guias de Desligamento. O intuito de analisar esses documentos é identificar as violações de direito que motivaram o acolhimento das crianças/adolescentes, o acesso a outros serviços, e também investigar como se dá a participação das famílias no processo de acolhimento institucional.  Os dados primários serão obtidos através de entrevistas semiestruturadas com três famílias que foram acompanhadas por cada uma das 3 (três) unidades de acolhimento integrantes da rede socioassistencial pública de Natal-RN e que tenham sido desligadas da unidade em até 6 meses do início da pesquisa. Sobre a fundamentação teórica, este estudo privilegiará autores que trabalhem sob a perspectiva crítica, com a temática da pesquisa e que discutam, principalmente: família, políticas sociais, Estado, direitos de crianças e adolescentes, acolhimento institucional e a política de assistência social.  Dessa forma, o estudo se propõe a produzir conhecimento crítico em torno da questão social, no campo da defesa dos direitos humanos de crianças e adolescentes e do trabalho com famílias, expressando também importância para as produções no campo do Serviço Social. A reflexão proposta problematiza o lugar das famílias nas políticas sociais, através do estudo no campo da Política de Assistência Social, mas especificamente nos serviços de acolhimento institucional. Esse trabalho ainda busca ecoar as vozes das famílias dos meninos e meninas que já passaram por abrigos institucionais e que, por vezes, são invisibilizadas e criminalizadas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1720819 - ILANA LEMOS DE PAIVA
Interna - 1149382 - IRIS MARIA DE OLIVEIRA
Externa à Instituição - LUANA ISABELLE CABRAL DOS SANTOS
Externa ao Programa - 6350812 - SYMONE FERNANDES DE MELO
Notícia cadastrada em: 11/08/2020 22:16
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa13-producao.info.ufrn.br.sigaa13-producao