Banca de DEFESA: CRHISTIANE ANDRESSA DA SILVA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CRHISTIANE ANDRESSA DA SILVA
DATA: 05/07/2012
HORA: 14:30
LOCAL: AUDITÓRIO
TÍTULO:

Saguis (Callithrix jacchus) sob ciclo claro-escuro de 21 h: um modelo de dessincronização forçada em primata diurno.


PALAVRAS-CHAVES:

Dissociação, primata diurno, ritmos circadianos, atividade motora, dessincronização interna.




PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Psicologia
RESUMO:

O sistema circadiano é formado por múltiplos osciladores organizados hierarquicamente, sendo o núcleo supraquiasmático (NSQ) o oscilador principal nos mamíferos. Há várias evidências de que cada célula do NSQ seja um oscilador e que a sincronização resulte do grau de acoplamento entre elas. O conhecimento do mecanismo de acoplamento entre as células do NSQ é essencial para se entender a sincronização e a expressão dos ritmos circadianos, e dessa forma, propiciar o desenvolvimento de novos tratamentos para os distúrbios da ritmicidade circadiana, que podem gerar várias doenças. Vários autores sugerem o modelo de dissociação do ritmo circadiano da atividade motora de ratos sob T22, período próximo ao limite de sincronização, como um bom modelo animal para promover dessincronização interna, propiciando um maior conhecimento sobre o mecanismo de acoplamento. Então, com o objetivo de avaliar o padrão do ritmo circadiano de atividade motora de saguis, Callithrix jacchus, em ciclos claro-escuro no limite inferior de sincronização, foram realizados dois experimentos: 1) 6 fêmeas adultas foram submetidas aos ciclo CE simétricos T21,T21.5 e T22 durante 60, 35 e 48 dias, respectivamente. 2) 4 machos e 4 fêmeas adultos foram submetidos a T21 por 24 dias, seguido de CC por 18 dias; depois voltaram ao T21 por mais 24 dias seguido de CC durante 14 dias. As vocalizações de todos os animais e a atividade motora de cada um foram registradas continuamente ao longo dos experimentos, sendo que as vocalizações foram registradas apenas no Experimento 1. Sob os Ts menores que 24 h foram observados dois componentes circadianos simultâneos na atividade motora, sendo um com o mesmo período do ciclo CE, nomeado componente sincronizado à luz, e outro em livre-curso, nomeado componente não sincronizado à luz. Os dois componentes foram exibidos por todos os animais sob T21, cinco animais (83,3%) sob T21.5 e dois animais (33,3%) sob T22. Para as vocalizações foram observados os dois componentes sob os três Ts. Devido às diferentes características desses componentes sugerimos que a dissociação é resultado de sincronização parcial ao ciclo CE, onde pelo menos um grupo de osciladores está sincronizado ao ciclo CE por processos de coordenação relativa e mascaramento, enquanto pelo menos outro grupo de osciladores está em livre-curso, mas também sob influência de mascaramento do CE. Como o T21 h foi o único a promover o surgimento dos dois componentes circadianos nos ritmos circadianos de todos os Callithrix jacchus, este foi então considerado o limite inferior de duração de ciclo CE promotor de dissociação na ritmicidade circadiana dessa espécie, sendo então sugerido como modelo de dessincronização forçada em primatas diurnos.




MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 346906 - ALEXANDRE AUGUSTO DE LARA MENEZES
Externo à Instituição - FERNANDO MAZZILLI LOUZADA - UFPR
Interno - 2351800 - JEFERSON DE SOUZA CAVALCANTE
Presidente - 1216466 - JOHN FONTENELE ARAUJO
Externo à Instituição - LUIZ SILVEIRA MENNA BARRETO - UNIFESP
Interno - 7346484 - MIRIAM STELA MARIS DE OLIVEIRA COSTA
Externo à Instituição - TRINITAT CAMBRAS RIU - UAB
Notícia cadastrada em: 27/06/2012 11:07
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa01-producao.info.ufrn.br.sigaa01-producao