Banca de DEFESA: IGO PADILHA DE SOUSA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : IGO PADILHA DE SOUSA
DATA : 02/06/2023
HORA: 09:00
LOCAL: videoconferência
TÍTULO:

ORIGENS DO DESENVOLVIMENTO DO ESTADO DESAMPARADO EM ZEBRAFISH (Danio rerio): INFLUÊNCIA DO ESTRESSE PRECOCE E DA EXPOSIÇÃO FETAL AO ALCOOL


PALAVRAS-CHAVES:

Zebrafish, estresse, desamparo, depressão, DOHAD, FASD.


PÁGINAS: 50
RESUMO:

Diversos traumas nos anos iniciais da vida podem causar danos no futuro, alterando o comportamento e a fisiologia de indivíduos na fase adulta. As origens do desenvolvimento da saúde e da doença (DOHAD, do inglês Developmental Origins of Health and Disease) liga a ocorrência de distúrbios precoces, no início da ontogenia, ao desenvolvimento de desordens fisiológicas, comportamentais e psicológicas futuras. Nesta perspectiva, esse trabalho se dedica ao estudo das desordens do espectro alcoólico fetal (FASD, do inglês Fetal Alcohol Spectrum Disorders) que podem causar efeitos ao longo do desenvolvimento e podem gerar déficits sociais, cognitivos e comportamentais. No entanto, não é apenas a exposição precoce ao álcool que pode causar distúrbios ao longo do desenvolvimento. Diversos estressores presentes no meio ambiente são considerados fatores de risco, esses estressores são conceituados como circunstancias que ameaçam a integridade física ou o bem-estar psicológico, e podem trazer diversos malefícios à saúde, principalmente quando o estresse se torna crônico. Neste sentido, o presente trabalho tem o objetivo de examinar a influência do estresse crônico precoce e da exposição fetal ao álcool no comportamento de peixes zebra submetidos ao estado de desamparo inato e aprendido. O estado desamparado em animais é análogo à depressão em humanos: indivíduos que se encontram nesse estado têm dificuldades na resposta de alerta e na capacidade de aprendizagem como consequência da exposição previa a estímulos aversivos incontroláveis. Para que os objetivos dessa pesquisam sejam alcançados, serão aplicados dois estressores em estágios iniciais do desenvolvimento do zebrafish: exposição ao álcool e ao estresse crônico. Esses animais passarão por testes de testes de imobilização (reposta reflexa inata) e condicionamento aversivo (choque elétrico como estimulo não condicionado). Considerando que a DOHAD pode implicar no desenvolvimento de depressão e desamparo, ou contribuir para o desenvolvimento destas condições, é importante o aprofundamento nesse tema, pois tratamentos eficazes dependem do conhecimento das possíveis causas da depressão e do estado desamparado. Assim, este estudo trará novas informações sobre as respostas inatas e aprendidas, que são potencialmente relevantes para a busca por drogas para o tratamento da condição de desamparo e depressão. Além disso, pretende-se validar o zebrafish como modelo experimental para estados de desamparo.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1644341 - ANA CAROLINA LUCHIARI
Interna - 1645202 - ELAINE CRISTINA GAVIOLI
Externo à Instituição - AMAURI GOUVEIA JR - UFPA
Notícia cadastrada em: 08/05/2023 14:44
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa12-producao.info.ufrn.br.sigaa12-producao