Banca de QUALIFICAÇÃO: Ana Cecília Correia Santos das Chagas

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : Ana Cecília Correia Santos das Chagas
DATA : 19/12/2022
HORA: 14:30
LOCAL: sala pos graduação
TÍTULO:

Diferenças individuais, perfil sanguíneo e parasitológico em macacos-prego (Sapajus spp.)


PALAVRAS-CHAVES:

personalidade, parasitismo, manejo


PÁGINAS: 40
RESUMO:

O comportamento dos animais relaciona-se a sua fauna parasitária. Animais mais proativos e sociáveis arriscam maior contato com parasitas; uma vez infectados e energeticamente comprometidos, os hospedeiros modificam seus comportamentos. Essa modificação comportamental depende de características do hospedeiro (ex.: sexo, idade, posição hierárquica) e do parasita (ex.: ciclo de vida, modo de transmissão). O presente projeto busca possíveis relações entre eixos de personalidade, parâmetros sanguíneos, parâmetros ambientais, e parasitas gastrointestinais em macacos-prego mantidos em diferentes condições ambientais: Sapajus spp. cativos (CETAS RN; PB) e macacos-prego-galegos (Sapajus flavius) em fragmento de mata Atlântica. Hipotetizamos que: a) machos adultos, b) mais proativos, e c) mais centrais na rede social apresentarão maior carga parasitária e menor número de células imunes. Para indivíduos em semi-liberdade, hipotetizamos que a) machos adultos, b) durante período de seca apresentarão maior carga parasitária. Para tal, amostras sanguíneas serão coletadas durante exame semestral de rotina do CETAS, e amostras fecais serão coletadas oportunisticamente em ambos os ambientes, para análise laboratorial parasitológica. Por meio de questionário e dados comportamentais, construiremos os eixos de personalidade e redes sociais dos indivíduos. Testaremos as hipóteses através de seleção de modelos multivariados selecionados por Critério de Informação de Akaike. O projeto objetiva resultados aplicados ao manejo de populações cativas de macacos-prego, à identificação de parasitas em macacos-prego-galegos em semi-liberdade para avaliação do risco de zoonoses, e ao uso de macacos-prego como modelo translacional para a pesquisa da evolução da relação entre personalidade, vida em grupo e parasitismo.  


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2696495 - RENATA GONCALVES FERREIRA
Interno - 1149552 - ARRILTON ARAUJO DE SOUZA
Interna - 1350337 - FIVIA DE ARAUJO LOPES
Notícia cadastrada em: 12/12/2022 15:56
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa11-producao.info.ufrn.br.sigaa11-producao