Banca de DEFESA: ADRIELLY MARCELA DE CASTRO DO NASCIMENTO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ADRIELLY MARCELA DE CASTRO DO NASCIMENTO
DATA : 26/03/2020
HORA: 09:00
LOCAL: Sala Sagui
TÍTULO:

I'ts I'ts a date: avaliação das diferenças individuais em um speed-datinga date: avaliação das diferenças individuais em um speed-dating


PALAVRAS-CHAVES:

Mercado de acasalamento; escolha de parceiro; personalidade; autoestima; valor de mercado


PÁGINAS: 103
RESUMO:

A reprodução é um meio necessário para a passagem de genes para a próxima geração. Os seres vivos possuem mecanismos fisiológicos e comportamentais que evoluíram em favor da passagem desses genes minimizando os custos e maximizando o benefícios, como a escolha de parceiros romântico. Nos humanos ancestrais, essa escolha pode ter favorecido que certas preferências se perpetuassem até os dias atuais. Grande parte dos estudos que analisa as preferências sexuais humanas, não incluem indivíduos que não se consideram heterossexuais, além de utilizar respostas com idealização do parceiro romântico. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar as preferências por características individuais, como personalidade e atratividade, entre sexos e orientações sexuais diferentes. Para isso, foram aplicados questionários e realizado um experimento utilizando o speed-dating (encontros rápidos). No primeiro artigo empírico objetivou-se analisar o uso de diferentes metodologias na avaliação da escolha de parceiro e mostrar a relação dessas com o perfil dos participantes de speed-dating. Nossos resultados mostram que os speed-dateres se consideram mais atraentes e com mais recursos do que os indivíduos que não participam de speed-dating. O segundo artigo buscou avaliar as características individuais como atratividade e autoavaliação como parceiro romântico, a relação entre elas e sua influência na idealização e escolha de um parceiro(a) romântico. Nossos resultados mostraram que a autopercepção influencia a autoestima dos indivíduos; além disso, essa autopercepção influencia a idealização e a escolha, porém com diferenças entre os sexos. Em nosso terceiro artigo avaliamos a importância da atratividade e da personalidade nas escolhas para diferentes contextos de relacionamento. Nossos resultados mostram que a atratividade parece desempenhar um papel mais importante para longo-prazo do que os traços de personalidade, mas apenas para as mulheres. Como todo nosso estudo mostra que existem diversas relações entre diferentes características individuais no processo de escolha de parceiro, e que essas relações parecem ser diferir de acordo com o sexo e a orientação sexual dos indivíduos, além de serem dependentes de contexto. Dessa forma, mais estudos que se proponham a avaliar a escolha mais próxima do real são necessários, podendo utilizar-se do método de speed-dating.


MEMBROS DA BANCA:
Externa à Instituição - ANTHONIETA LOOMAN MAFRA - USP
Interno - 2316116 - FELIPE NALON CASTRO
Presidente - 1350337 - FIVIA DE ARAUJO LOPES
Notícia cadastrada em: 16/03/2020 15:10
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa12-producao.info.ufrn.br.sigaa12-producao