Banca de DEFESA: PAULO LEONARDO ARAÚJO DE GÓIS MORAIS

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : PAULO LEONARDO ARAÚJO DE GÓIS MORAIS
DATA : 11/03/2019
HORA: 14:00
LOCAL: Sala Darwin
TÍTULO:
ARQUITETURA AXONAL DAS CONEXÕES TÁLAMO ESTRIATAIS DO SAGUI (CALLITHRIX JACCHUS)

PALAVRAS-CHAVES:

Estriado, neuroquímica, tálamo, projeções tálamo estriatais, sagui


PÁGINAS: 103
RESUMO:

Os núcleos da base estão envolvidos no controle e aprendizagem motora e em funções executivas, integrando informações corticais, talâmicas e do tronco encefálico. O estriado é a principal porta de entrada dessas informações, sendo organizado em 2 compartimentos: matriz e estriossoma, estruturas com diferentes padrões neuroquímicos e projeções de entrada e saída. Sabe-se que os núcleos intralaminares caudais (centromediano e parafascicular) projeta-se fortemente para o estriado em primatas. Porém, estudo sobre as projeções provenientes de outros núcleos são pouco documentadas. Por isso temos como objetivo descrever e caracterizar quanti e qualitativamente as projeções tálamo-estriatais no sagui (Callithrix jacchus).  Usamos microinjeções iontoforéticas de BDA nos núcleos mediodorsal (MD), intralaminares rostrais (IL) e pulvinar medial (PM) para marcar anterogradamente as arborizações axônicas dos neurônios tálamo-estriatais. Realizamos diferentes procedimentos de coloração histológica para delimitar e identificar componentes importantes do estudo (delimitar os núcleos, identificar compartimentos estriatais, localizar os depósitos e arborizações). Os compartimentos estriatais foram claramente distinguidos, exibindo um aspecto de mosaico. A matriz é fortemente reativa calbindina, parvalbumina e a acetilcolinesterase, enquanto o estriossoma tem baixa reatividade dos três marcadores. Encontramos dois tipos de arborização tálamo estriatal: o tipo 1 contém axônios com comprimento e espessura variáveis e varicosidades de diferentes tamanhos em passant, enquanto o tipo 2 possui espessura variável, com muitas ramificações e acúmulo de varicosidades, com aspecto de cachos de uvas. O PM apresentou projeções escassas e esparsas em uma grande extensão rostrocaudal do estriado, com destaque para a marcação na cauda do caudado, com arborização do tipo 1. O MD projeta-se de forma mais focal e mais densa que o PM, exibindo ambos os tipos de arborização. A projeção vinda dos IL foi densa, com ambos os tipos de arborização, focalizada no putâmen, em uma extensão rostrocaudal mais restrita. Os 3 núcleos exibiram projeções que preferencialmente atingem a matriz. As varicosidades dos IL são significativamente maiores que as do MD e PM, e não há diferenças nos tamanhos das varicosidades presentes na matriz e no estriossoma.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 4363493 - EXPEDITO SILVA DO NASCIMENTO JUNIOR
Externo à Instituição - FAUSTO PIERDONA GUZEN - UERN
Externo à Instituição - FRANCISCO GILBERTO OLIVEIRA - URCA
Externo ao Programa - 3550124 - JUDNEY CLEY CAVALCANTE
Externo ao Programa - 3492786 - RUTHNALDO RODRIGUES MELO DE LIMA
Notícia cadastrada em: 21/02/2019 13:51
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa07-producao.info.ufrn.br.sigaa07-producao