Banca de QUALIFICAÇÃO: RAFAEL VITOR LIMA DA CRUZ

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : RAFAEL VITOR LIMA DA CRUZ
DATA : 07/03/2017
HORA: 14:00
LOCAL: Sala de Aula da Psicobiologia
TÍTULO:

INVESTIGANDO OS EFEITOS DA 5-METOXI-N,N-DIMETILTRIPTAMINA NA NEUROGENESIS DO GIRO DENTEADO DE CAMUNDONGOS NEIL3-KO ADULTOS


PALAVRAS-CHAVES:

5-MeO-DMT, Neurogênese, Depressão, DCX, Neil3-KO


PÁGINAS: 30
RESUMO:

Com esse estudo pretendemos investigar os efeitos da substância 5-metoxi-N,N-dimetiltriptamina (5-MeO-DMT) sobre a neurogênese adulta no giro denteado, para esse propósito iremos utilizar camundongos C57BL/6J como modelo saudável, e camundongos transgênicos knockout para a enzima glicosilase envolvida no reparo do DNA por oxidação Neil3. Foi demonstrado que esses animais possuem níveis reduzidos de neurogênese e os efeitos comportamentais associados a esse déficit o que é um substrato comum a depressão. Depressão é uma das doenças mentais mais comuns da sociedade moderna, segundo a Organização Mundial de Saúde essa doença afeta 7% da população mundial, desses, 54% não respondem ao primeiro tratamento, e 30% deles não respondem a tratamento algum. A grande variabilidade dos sintomas encontrado nos pacientes sugerem que os mecanismos neurais são complexos, embora a grande maioria dos estudos vinculem esta enfermidade a um desequilíbrio no sistema de distribuição do neurotransmissor serotonina, reduzindo os níveis disponíveis do mesmo no SNC. O 5-MeO-DMT é um agonista serotoninérgico não seletivo, e um dos muitos princípios ativos da bebida milenar utilizada por tribos indígenas nativas da floresta amazônica ayahuasca, que vem sendo utilizada ao longo do globo por diversas seitas e religiões sincréticas como sacramento que permite para tratar diversas doenças, inclusive depressão e até câncer, embora seus efeitos no cérebro ainda seja questão debates entre pesquisadores. Novos neurônios são continuamente gerados no cérebro de mamíferos adultos, no entanto a neurogênese está limitada a duas áreas, a zona subventricular dos ventrículos laterais e a zona subgranular do giro denteado no hipocampo. Compostos que aumentam o nível de serotonina no sistema nervoso central são constantemente indicados como medicamentos para o tratamento de depressão, os antidepressivos ‘clássicos’ podem ser categorizados em antidepressivos tricíclicos, inibidores de monoamina, inibidores seletivos de recaptação de serotonina e inibidores de recaptação de serotonina e noradrenalina. Um número crescente de estudos tem relacionado a melhora no quadro clínico dos pacientes aos efeitos desses compostos na produção de novos neurônios no hipocampo de adultos.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1871878 - KERSTIN ERIKA SCHMIDT
Presidente - 1824636 - RICHARDSON NAVES LEAO
Notícia cadastrada em: 03/03/2017 14:28
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa01-producao.info.ufrn.br.sigaa01-producao