Banca de QUALIFICAÇÃO: JOACIL GERMANO SOARES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOACIL GERMANO SOARES
DATA: 15/04/2016
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de Reuniões do Departamento de Morfologia
TÍTULO:

PADRÃO DE ATIVAÇÃO NEURAL APÓS ESTIMULAÇÃO NOCICEPTIVA VISCERAL EM RATOS WISTAR SUBMETIDOS A DIFERENTES AGENTES ANESTÉSICOS.


PALAVRAS-CHAVES:

Anestesia, dor, medula espinal, tálamo, tronco encefálico, córtex cerebral, PCR, fos.


PÁGINAS: 42
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Psicologia
RESUMO:

A preocupação crescente nos leva a busca constante em promover o bem estar dos animais de pesquisa. Para isso objetivamos nesse trabalho, identificar áreas neurais ativas após estimulação nociceptiva e identificar a efetividade de drogas anestésicas no bloqueio do sinal neural nestas áreas atreves da caracterização imunoistoquímica e PCR para expressão de c-Fos. A expressão de Fos foi avaliada em áreas amplamente envolvidas com a modulação da informação nociceptiva. Destacamos: Locus ceruleus (LC), Substância cinzenta periaquedutal (PAG), Núcleo parbraquial (PB) e o núcleo do tracto solitário (SOL), no tronco encefálico e os núcleos talâmicos da linha média: Central medial (CM), Paraventricular do tálamo (PVT) e o Paracentral (PC). Também foram avaliados os núcleos Central lateral (CL), pertencente ao grupamento intralaminar e no núcleo Mediodorsal do tálamo (MD). Observamos que O LC, embora, tenhamos observado uma elevação na expressão de Fos entre os grupos, a diferença não foi significativa. A PAG também não apresenta diferenças significativa entre os grupos testados.  Foi observada uma tendência a redução da expressão de Fos no PB no grupo testado com Ketamina e xilasina comparado ao grupo controle. Finalmente, observamos entre os núcleos testados diferença significativa apenas no SOL. No núcleo CM novamente não apresentou diferença significativa entre os grupos. No PVT houve elevação no número de células no grupo submetido a anestesia em relação ao controle. O PC apresentou uma forte tendência a redução da expressão de Fos no grupo controle submetidos a anestesia com Ketamina e xilasina. No CL a média de células imunorreativas a Fos também apresentou forte tendência a redução no grupo testado com a associação anestésica com ketamina e xilasina. Finalmente, a análise da expressão de Fos no MD revelou forte ativação, embora não significativa, na média de neurônios imunorreativos a Fos no grupo testado com Ketamina e xilasina em relação ao controle. Tomados em conjunto, os dados da expressão de Fos nos núcleos avaliados apontam para uma tendência da atuação dos agentes anestésicos de forma a alterar as respostas dos neurônios nestas áreas em relação a entrada da informação nociceptiva. A atuação do efeito anestésico foi claramente observada no SOL. É possível que onde foram observadas tendências as diferenças se tornem significativas após o aumento do número dos animais processados até o final dos experimentos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 4363493 - EXPEDITO SILVA DO NASCIMENTO JUNIOR
Interno - 2351800 - JEFERSON DE SOUZA CAVALCANTE
Externo ao Programa - 1076490 - FERNANDO VAGNER LOBO LADD
Notícia cadastrada em: 05/04/2016 16:02
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa14-producao.info.ufrn.br.sigaa14-producao