Banca de QUALIFICAÇÃO: EUDES EULER DE SOUZA LUCENA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: EUDES EULER DE SOUZA LUCENA
DATA: 18/12/2013
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de aula da Pós Graduação em Psicobiologia
TÍTULO:

Plasticidade nervosa de células tronco mesenquimaisde medula óssea de ratos na presença de meio condicionado do nervo facial e  do fator de crescimento fibroblástico 2.


PALAVRAS-CHAVES:

Células tronco mesenquimais, fator de crescimento fibroblástico 2, Nervofacial, regeneração.


PÁGINAS: 40
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Psicologia
RESUMO:

Lesões dos Nervos periféricos são frequentes na prática clínica, sendo responsáveis por problemas graves, como dor e sequelas muitas vezes permanentes. Dentre os danos que diminuem a qualidade de vida das pessoas acometidas, estão incluídas a incapacitação física e a perda total ou parcial de suas atividades produtivas. Uma série de evidências mostra a influência do meio no crescimento de fibras nervosas lesadas no Sistema Nervoso Periférico (SNP), assim como o potencial do implante de Células Tronco (CT) em tornar esse meio mais propício à regeneração Nervosa. Nessa perspectiva, esse estudo teve como objetivo avaliar a plasticidade de células tronco mesenquimais da medula óssea de ratos diante da presença de meio de cultura condicionado com explantes de Nervo Facial (D-10) e Fator de Crescimento Fibroblástico-2 (FGF-2). Para avaliar possível plasticidade foram observados crescimento, viabilidade e morfologia celular ao longo de 72 horas. A avaliação fenotípica quantitativa foi feita a partir da imunocitoquímica para os marcadores proteína nuclear neuronal (NeuN), neurofilamento-200 (NF200) e  proteína ácida fibrilar glial (GFAP) no quarto dia.As células cultivadas com meio condicionado ou FGF-2 apareceram como células bi ou tripolares nítidas e alongadas com processos primários e secundários. As células cultivadas só como meio condicionado adquiriram fenótipo glial. As células cultivadas com FGF-2 e meio condicionado expressaram NF-200, NeuN e GFAP. O meio D-10 na adição do FGF-2 possibilitou plasticidade nervosa nas células mesenquimais.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2220417 - CARLOS AUGUSTO GALVAO BARBOSA
Presidente - 2351800 - JEFERSON DE SOUZA CAVALCANTE
Interno - 1439078 - REGINA HELENA DA SILVA
Notícia cadastrada em: 17/12/2013 09:22
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao