Banca de DEFESA: ARTHUR RENAN DE ARAÚJO OLIVEIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ARTHUR RENAN DE ARAÚJO OLIVEIRA
DATA : 28/12/2022
HORA: 16:30
LOCAL: Link de acesso para videoconferência: https://meet.google.com/pve-rmad-ora
TÍTULO:
AVALIAÇÃO DE CÉLULAS ENDOTELIAIS CIRCULANTES COMO POSSÍVEIS
MARCADORES DE DIAGNÓSTICO NA PRÉ-ECLÂMPSIA: UMA REVISÃO
SISTEMÁTICA

PALAVRAS-CHAVES:
Pré-eclâmpsia. Células endoteliais circulantes. Biomarcador. Revisão Sistemática.

PÁGINAS: 136
RESUMO:
A pré-eclâmpsia (PE) é uma doença multifatorial e multissistêmica, cuja
fisiopatologia envolve lesão endotelial e aumento número de Células Endoteliais
Circulantes (CECs). Tem como critérios de diagnóstico a hipertensão, que ocorre
após 20 semanas de gestação, acompanhada de proteinúria e/ou disfunção de
órgão-alvo. A PE está associada a diversas complicações tanto maternas quanto
fetais, que podem culminar com o óbito. Assim, a identificação de biomarcadores
com poder de diagnóstico pode levar a intervenções precoces, minimizando as
complicações. Alguns estudos vêm avaliando a associação do número de CECs
com o desenvolvimento da PE. Assim, o objetivo deste estudo foi investigar se
as CECs podem ser utilizadas no diagnóstico da PE. Para isto, foi elaborada uma
revisão sistemática de acordo com as diretrizes PRISMA e registrada no
PROSPERO (CRD42021226265). PubMed; Lilacs; Scopus; Embase; Web of
Science; Science Direct; Cochrane Library e Gray-literature: CAPES e Google
Scholar, foram as bases de dados utilizadas para a busca de artigos publicados
até julho de 2022, sem restrição de idioma. A pergunta clínica foi elaborada de
acordo com a estratégia PICOT, sendo elegíveis estudos observacionais
(transversais, caso-controle e coorte), que avaliassem a contagem de CECs em
sangue periférico de gestantes diagnosticadas com PE e normotensas, sendo o
desfecho principal a diferença na contagem das CECs entre essas pacientes. As
etapas de seleção por título e resumo, leitura de texto completo e extração de
dados foram realizadas por dois pesquisadores de forma independente e um
terceiro para decisão de conflitos. No total, 505 artigos foram recuperados pela
estratégia de busca e 6 artigos preencheram os critérios de inclusão. A avaliação
da qualidade metodológica dos estudos foi feita por meio da escala de
Newcastle-Ottawa e todos apresentaram baixo risco de viés. Houve um aumento
significativo no número de CECs no grupo PE em relação ao grupo controle na
maioria dos estudos e apenas um deles não observou essa diferença. Foi
demonstrada, ainda, uma correlação positiva da contagem de CECs com o
aumento da pressão arterial. Assim, a contagem de CECs, tem grande potencial
para ser utilizada como um novo biomarcador de diagnóstico da PE.

MEMBROS DA BANCA:
Externa à Instituição - ANA PAULA FERREIRA COSTA - UNINASSAU
Interna - ***.474.624-** - KARLA SIMONE COSTA DE SOUZA - UFRN
Presidente - 1055045 - MARCELA ABBOTT GALVAO URURAHY
Notícia cadastrada em: 12/12/2022 16:34
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa13-producao.info.ufrn.br.sigaa13-producao