Banca de DEFESA: SHEYLENA FERNANDES AQUINO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SHEYLENA FERNANDES AQUINO
DATA: 06/06/2014
HORA: 14:00
LOCAL: Sala de aula 2 do PPgCF
TÍTULO:

INFLUÊNCIA DA SÍNDROME DOS OVÁRIOS POLICÍSTICOS
SOBRE PARÂMETROS BIOQUÍMICOS E NÍVEIS DE IGES TOTAL
E ESPECÍFICAS PARA AEROALÉRGENOS EM MULHERES
OBESAS


PALAVRAS-CHAVES:

Obesidade, Sensibilização Alérgica e Síndrome dos Ovários Policísticos.


PÁGINAS: 146
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
RESUMO:

Introdução: A Síndrome dos ovários policísticos (SOP) é uma das endocrinopatias mais comuns em
mulheres em idade reprodutiva, e além das características clássicas (irregularidade menstrual, anovulação crônica, infertilidade e hiperandrogenismo), está associada a aspectos da síndrome metabólica (SM), como obesidade e resistência à insulina. O grau de obesidade determina níveis diferentes de inflamação, aumentando citocinas participantes de funções metabólicas e endócrinas, além de modular a resposta imunológica. Alterações metabólicas, somada ao desequilíbrio dos hormônios sexuais subjacentes à menstruação irregular vistas na SOP podem desencadear processos alérgicos e a elevação de anticorpos IgE totais e específicos indicam que um processo de sensibilização foi iniciado. Objetivo: Avaliar a influência da SOP sobre parâmetros bioquímicos e níveis de IgEs total e específicas para aeroalérgenos em mulheres obesas. Metodologia: Após aprovação pelo Comitê de Ética em Pesquisa, foram recrutadas 80 voluntárias com IMC ≥ 30 kg/m 2 e idade entre 18 e 45 anos. Dentre estas, 40 portadoras SOP, segundo os critérios de Rotterdam e 40 não portadoras de SOP (grupo controle). Todas foram analisadas quanto aos parâmetros antropométricos, clínicos, ginecológicos, entrevistadas utilizando-se questionário e submetidas à coleta de sangue para realização de exames laboratoriais de bioquímica clínica: colesterol total, LDLcolesterol, HDL-colesterol, triglicerídeos, glicemia de jejum, uréia, creatinina, aspartato aminotransferase (AST), alanina aminotransferase (ALT) e imunológicos: IgE total e específicas para Dermatophagoides pteronyssinus, Blomia tropicalis, Dermatophagoides farinae e Dermatophagoides microceras. A análise estatística foi realizada através do software SPSS 15,0 por meio dos testes Qui-Quadrado, Fisher, teste T de Student e Regressão logística binária, com nível de significância (p<0,05). Resultados: Observou-se no grupo das obesas com SOP que 29 (72,5%)apresentaram ciclo menstrual variável e 27 (67,5%) tiveram dificuldade de engravidar. Quanto à relação cintura-quadril, maior média também foi verificada nas obesas com SOP (0,87).
Concentrações séricas de HDL (36,9 mg/dL) e de ALT (29,3 U/L) apresentaram-se anormais nas obesas com SOP, com relação estatisticamente significante . Na análise da IgEs total e específica para D. pteronyssinus, resultados elevados também foram predominantes nas obesas com SOP, com
concentração sérica de (365,22 UI/mL) e (6,83 KU/L), respectivamente, também estatisticamente significantes. Conclusões: Os resultados enfatizam a importância das análises bioquímicas e dos níveis de IgEs total e específicas no acompanhamento de anormalidades metabólicas da SOP, que podem influenciar na sensibilização alérgica em obesas.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - AMALIA CINTHIA MENESES DO REGO - UNP
Presidente - 6349161 - GERALDO BARROSO CAVALCANTI JUNIOR
Interno - 350753 - VALERIA SORAYA DE FARIAS SALES
Notícia cadastrada em: 13/05/2014 16:29
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa22-producao.info.ufrn.br.sigaa22-producao