Banca de DEFESA: JOSE EVERALDO PEREIRA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOSE EVERALDO PEREIRA
DATA: 28/02/2013
HORA: 08:30
LOCAL: SALA DE MULTIMEIOS/NEPSA/CCSA/UFRN
TÍTULO:

FORMAÇÃO DA HABILIDADE DE INTERPRETAR GRÁFICOS CARTESIANOS EM LICENCIANDOS EM QUÍMICA SEGUNDO A TEORIA DE P. YA. GALPERIN


PALAVRAS-CHAVES:

Ensino de Química. Formação inicial. Saberes docentes. Formação de habilidades. Gráficos cartesianos. Teoria de Galperin.


PÁGINAS: 315
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
RESUMO:

É notória nas discussões da área de Didática das Ciências a necessidade de que os estudantes
não só aprendam teorias, leis e conceitos, mas que também desenvolvam habilidades que lhes
permitam o agir competente para a cidadania crítica. Nessa perspectiva, alguns dos
procedimentos/habilidades para a aprendizagem das ciências naturais devem ser ensinados de
modo consciente, intencional e planejados, como componente dessa competência básica.
Estudos nos últimos vinte anos têm mostrado que estudantes e professores têm diversas
dificuldades no desenvolvimento de habilidades, dentre elas, a de interpretar gráficos
cartesianos, essencial para a compreensão das Ciências Naturais. Nesse sentido, o
desenvolvimento desse conhecimento profissional na formação inicial de futuros professores
de Química passa a ser estratégico não apenas para saber utilizá-lo, mas para saber ensiná-lo.
Esta pesquisa teve como objetivo geral a organização, o desenvolvimento e o estudo de um
processo de formação da habilidade de interpretar gráficos cartesianos como parte do
conhecimento profissional docente, a partir de um estudo de caso com seis estudantes do
curso de Licenciatura em Química da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).
Para o desenvolvimento dessa habilidade, utilizamos como referencial a Teoria da Formação
por Etapas das Ações Mentais e dos Conceitos de P. Ya. Galperin e seus seguintes
indicadores qualitativos: forma da ação, grau de generalização, grau de consciência, grau de
independência e grau de solidez. A pesquisa, de natureza qualitativa, privilegiou como
instrumentos de coleta de dados o registro de atividades dos licenciandos, a observação, o
questionário e testes diagnósticos. No primeiro momento, foi planejado um Sistema Didático
para o desenvolvimento da habilidade de interpretar gráficos cartesianos, com base nos
pressupostos e etapas da Teoria de Galperin. No segundo momento, o referido Sistema foi
aplicado junto aos licenciandos e o processo de formação da habilidade foi desenvolvido. Os
resultados mostraram a possibilidade de formar a habilidade com consciência do sistema de
operações invariante, com alto grau de generalização e internalizada a invariante operacional
no plano mental. Os estudantes manifestaram as contribuições positivas desse tipo de
experiência formativa. A pesquisa, por sua vez, revela a importância de se aprofundar na
compreensão didática das individualidades no processo de assimilação, segundo a Teoria de
Galperin, quando se trata da atualização de habilidades como parte do conhecimento
profissional docente.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 333491 - BETANIA LEITE RAMALHO
Externo à Instituição - EDENIA MARIA RIBEIRO DO AMARAL - UFRPE
Presidente - 2298026 - ISAURO BELTRAN NUNEZ
Externo ao Programa - 3321606 - MARCIA GORETTE LIMA DA SILVA
Interno - 6423406 - MARIA DO ROSARIO DE FATIMA DE CARVALHO
Externo à Instituição - ROGERIA GAUDENCIO DO REGO - UFPB
Notícia cadastrada em: 15/02/2013 14:52
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa08-producao.info.ufrn.br.sigaa08-producao