Banca de DEFESA: ANDRÉIA KELLY ARAÚJO DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANDRÉIA KELLY ARAÚJO DA SILVA
DATA: 16/08/2012
HORA: 14:30
LOCAL: SALA F2 DO SETOR V / UFRN
TÍTULO:

A TESSITURA DE SENTIDOS: REPRESENTAÇÃO SOCIAL DE LICENCIANDOS DO CURSO DE LETRAS DA UFRN SOBRE O ENSINAR.


PALAVRAS-CHAVES:

Formação docente; Representações sociais; Licenciaturas.


PÁGINAS: 135
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
RESUMO:

Nessa pesquisa buscamos compreender os processos formativos dos licenciandos do Curso de Letras da UFRN, a partir das representações sociais desses licenciandos sobre o ensinar. Assim objetivamos conhecer e analisar as representações sociais de licenciandos do Curso de Letras da UFRN sobre o ensinar. Para tanto, aplicamos a Técnica de Associação Livre de Palavras (TALP) com 20 participantes A TALP foi realizada individualmente, utilizando como palavra-estímulo “Ensinar” e limitando o número de evocações por participante a 03 palavras. Essa técnica foi escolhida por ser uma técnica projetiva que viabiliza a redução da racionalização e possibilita acessar o campo semântico das representações sociais, em nosso caso, sobre o ensinar de licenciandos do Curso de Letras da UFRN. Dessa forma, chegamos ao total de 60 evocações, após análise de frequência 41 e após análise de sentido 24 as quais foram utilizadas no outro procedimento aplicado nessa investigação, o Procedimento de Classificações Múltiplas (PCM). Essas palavras, com base nas justificativas das evocações e nos sentidos que os participantes da pesquisa atribuíram foram distribuídas em 4 Campos semânticos: Campo 1: Aspectos técnicos do ensinar, Campo 2: Aspectos volitivos, Campo 3: Aspectos relacionais do ensinar e, Campo 4: Elementos do campo de atuação. O PCM foi aplicado individualmente com 50 licenciandos, para análise dos dados gerados fizemos uso de Análises Multidimensionais (MDS), para Classificação Livre a Análise Escalonar Multidimensional (MSA: Multidimensional Scalogram Analysis) e para a Classificação Dirigida a Análise dos Menores Espaços (SSA: Smallest Space Analysis). O mapa gerado pela análise MSA foi dividido em três regiões: Aspectos da docência, Aspectos técnicos da formação e Mobilizadores da profissionalização; tendo a primeira região uma sub-regionalização denominada de Dimensão negativa. Já o mapa da análise SSA foi dividido em duas facetas e uma sub-faceta, a faceta denominada Aspecto técnicos da docência e da formação, a segunda faceta chamada Articuladores entre o campo específico e a docência e sua sub-faceta nomeada Aspecto relacional. A partir da Análise Conteúdo das justificativas do PCM chegas a 5 Categorias, sendo elas: Fazer docente, Faceta negativa, Escola, Faceta afetiva e Formação do professor. A TALP nos traz indícios de que parte desses licenciandos vislumbra a possibilidade tanto da aquisição de conhecimentos específicos desta área, na formação em nível superior, quanto desejam apenas ter um diploma de curso superior para realização de concurso público. O PCM nos fez entender que o conteúdo representacional em questão se configura a partir do universo consensual ligado à profissão e à formação. Por isso podemos afirmar que os licenciandos com relação ao objeto estudado ancoram a representação social de “Ensinar” na imagem de ser professor e a objetivam na imagem de profissão.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 4197701 - ERIKA DOS REIS GUSMAO ANDRADE
Interno - 1149636 - MOISES DOMINGOS SOBRINHO
Externo ao Programa - 1149420 - MARIA DA PENHA CASADO ALVES
Externo à Instituição - ANDRE AUGUSTO DINIZ LIRA - UFCG
Notícia cadastrada em: 08/08/2012 15:01
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa12-producao.info.ufrn.br.sigaa12-producao