Banca de DEFESA: PAULEANY SIMOES DE MORAIS

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: PAULEANY SIMOES DE MORAIS
DATA: 28/06/2012
HORA: 14:00
LOCAL: AUDITÓRIO DO CENTRO DE EDUCAÇÃO/UFRN
TÍTULO:

AS RELAÇÕES DE PODER NA GESTÃO DA ESCOLA ESTADUAL PRESIDENTE KENNEDY EM NATAL/RN: AS AÇÕES DECISÓRIAS DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS – O CONSELHO DE ESCOLA E O CAIXA ESCOLAR


PALAVRAS-CHAVES:

 Relações de poder. Poder de decisão. Órgãos colegiados. Gestão Democrática na Escola.


PÁGINAS: 415
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
RESUMO:

O presente trabalho analisou as relações de poder na gestão da Escola Estadual Presidente Kennedy, compreendendo as decisões deliberadas no Conselho Escolar e Caixa Escolar que orientaram a organização da escola. Procurou-se perceber os modelos de gestão que influenciaram a organização escolar, promovendo contradições na condução do processo decisório. A gestão escolar encontra-se intensamente marcada por modelos de gestão oriundos da lógica empresarial como é o caso do gerencialismo e da burocracia. A formulação de políticas educacionais baseadas no gerencialismo propôs uma gestão centrada na escola com intensa responsabilização (accountability) da comunidade escolar no planejamento e no acompanhamento dos serviços públicos. As influências desses modelos subsidiam relações de poder hierarquizadas que comprometem as ações decisórias dos órgãos colegiados para a democratização da gestão da escola. Para desenvolver a pesquisa sobre o poder, fundamentou-se nos estudos de Bourdieu e Foucault. Esses autores entendem o poder em um sistema relacional em sentido duplo, tanto em seu sentido disciplinador como na possibilidade de resistência. Desenvolveu-se uma matriz teórico-metodológica voltada para a revisão de literatura, análise documental, entrevistas semiestruturadas com doze representantes dos segmentos pertencentes ao Conselho de Escola e Caixa Escolar, bem como observações em reuniões com produção de notas de campo. Identificou-se que as relações de poder vivenciadas na organização da escola e atuação dos colegiados são marcadas pelas transformações da gestão pública ao longo dos anos, promovendo contradições entre a concepção da gestão empresarial oriunda da lógica empresarial e a perspectiva da gestão democrática subsidiada por documentos legislativos oficiais em âmbito nacional e estadual. As observações em reuniões e as análises das atas mostraram que os representantes relacionados à gestão (presidente e gestora da escola) possuem posição privilegiada no que concerne à exposição de suas proposições, tendo maiores possibilidades de tomar posição no jogo político de atuação dos órgãos colegiados. Observou-se, ainda, que a irregularidade das reuniões, particularmente do Caixa Escolar, limita à vivência de atuação dos representantes em reflexões referentes ao planejamento e acompanhamento das ações de gestão da escola. Os relatos dos representantes do Conselho de Escola mostraram que determinados segmentos relacionados à gestão reconhecem seu poder de decisão, no entanto os demais pouco interferem na tomada de posição, intervindo no processo decisório de maneira a expor os anseios dos que representam. No Caixa Escolar, a análise das atas e as entrevistas revelam restritos momentos de encontro dos representantes, sendo esses apenas para escolha ou aprovação do plano de aplicação elaborado pela gestão da escola. Nos resultados, não houve indícios de momentos de reflexões para o estudo das melhores possibilidades para a aplicabilidade dos recursos. Esse órgão colegiado (Caixa Escolar) tem atuação questionável para planejamento e acompanhamento da aplicabilidade dos recursos financeiros da Escola. De modo geral, verificou-se que a Escola Estadual Presidente Kennedy ainda vivencia relações de poder hierarquizadas que comprometem a institucionalização da gestão democrática em que os diversos segmentos representativos possam assumir posição no jogo político de processos decisórios necessários à organização da escola.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ALICE MIRIAM HAPP BOTLER - UFPE
Externo à Instituição - ANDREIA DA SILVA QUINTANILHA SOUSA - UFRR
Interno - 6347393 - ANTONIO CABRAL NETO
Presidente - 6350650 - MAGNA FRANCA
Externo à Instituição - MARCELO SOARES PEREIRA DA SILVA - UFU
Interno - 019.991.844-91 - MARIA APARECIDA DE QUEIROZ - UFRN
Interno - 3280986 - WALTER PINHEIRO BARBOSA JUNIOR
Notícia cadastrada em: 12/06/2012 11:51
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa01-producao.info.ufrn.br.sigaa01-producao