Banca de DEFESA: LUISA DE MARILLAC RAMOS SOARES

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LUISA DE MARILLAC RAMOS SOARES
DATA: 31/08/2011
LOCAL: AUDITORIO DO NEPSA
TÍTULO:

HABITUS, REPRESENTAÇÕES SOCIAIS E A CONSTRUÇÃO DO SER PROFESSORA DA EDUCAÇÃO INFANTIL DA CIDADE DE CAMPINA GRANDE – PB.


PALAVRAS-CHAVES:

Representação social; Habitus; Trabalho do professor; Educação infantil; Creche e Pré-escola.


PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
RESUMO:

Apresentam-se aqui os resultados de uma pesquisa cujos objetivos foram identificar a representação social do ser professor da educação infantil em Campina Grande – PB, nas redes públicas estadual e municipal, e detectar os esquemas mentais estruturantes de um possível habitus professoral dos docentes da educação infantil, que estariam na base da construção dessa representação. Como referencial teórico básico, adotou-se o modelo desenvolvido por Domingos Sobrinho (1998, 2000, 2003, 2010, 2011), que articula a Teoria das Representações Sociais, de Serge Moscovici, e os fundamentos e conceitos da Praxiologia de Pierre Bourdieu. Fundamenta-se, também, na Teoria do Núcleo Central, cujo enfoque é a abordagem estrutural da representação social. Dessa forma, põe-se em evidência a dinâmica relacional e simbólica, através da qual os indivíduos entram em contato, descrevem, compreendem e reproduzem o mundo exterior à sua imagem e semelhança. Participaram da pesquisa 199 professoras das creches e pré-escolas municipais de Campina Grande – PB e 109 das estaduais. Os métodos e técnicas utilizados foram: a) observação participante do cotidiano das professoras das creches e pré-escolas; b) entrevista semi-estruturada; c) associação livre de palavras com a expressão indutora „ser professor da educação infantil é...’; e d) questionário semi-estruturado. Os dados foram analisados, no caso das entrevistas, com a ajuda da análise categorial de conteúdo, conforme Bauer (2010); as associações-livres, por meio do software Ensemble de Programmes Permettant L‟analyse des Evocations (EVOC), proposto por Vergès (2002), que combina frequência e ordem média de evocação; os dados do questionário com o auxílio do software Statistical Package for the Social Sciences (SPSS). Constatou-se a existência de uma única representação social compartilhada pela população pesquisada, embora seu conteúdo estruture-se de modo diferenciado. Para as docentes municipais, a centralidade do conteúdo é dada pelos elementos compromisso, dedicação, responsabilidade, gratificante e para as docentes estaduais essa gira em torno dos elementos amor, paciência, gratificante e responsabilidade. Conclui-se, também, que a mesma é construída fundamentalmente com base nos referentes produzidos por um habitus religioso e um habitus maternal os quais fazem parte da gênese de constituição do habitus professoral em foco, dentre outros referentes culturais de influência secundária. Ser professora da educação infantil na realidade pesquisada materializa-se nas práticas do educar, mas também, do cuidar, numa clara fusão do papel de professora e mãe.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 4197701 - ERIKA DOS REIS GUSMAO ANDRADE
Externo à Instituição - LIA MATOS BRITO DE ALBUQUERQUE - UECE
Interno - 6423406 - MARIA DO ROSARIO DE FATIMA DE CARVALHO
Externo à Instituição - MARILEIDE MARIA DE MELO - UFPB
Presidente - 1149636 - MOISES DOMINGOS SOBRINHO
Notícia cadastrada em: 23/08/2011 09:23
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa01-producao.info.ufrn.br.sigaa01-producao