Banca de DEFESA: NARLA SATHLER MUSSE DE OLIVEIRA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: NARLA SATHLER MUSSE DE OLIVEIRA
DATA: 19/08/2011
HORA: 14:30
LOCAL: AUDITÓRIO DO NEPSA/UFRN
TÍTULO:

VIVÊNCIAS LUDOPOIÉTICAS NO JOGO DE AREIA: A TATILIDADE NA AUTOFORMAÇÃO HUMANESCENTE


PALAVRAS-CHAVES:

Tatilidade; Jogo de Areia;Corporeidade; Vivênciasludopoiéticas; Humanescência.


PÁGINAS: 257
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
RESUMO:

Este estudo apresenta a as vivências ludopoiéticas no Jogo de Areia e a expressão da tatilidade na autoformação humanescente de futuros professores de Geografia. O objetivo geral foi Analisar e interpretar como a tatilidade nas vivências ludopoiéticas com o Jogo de Areia facilita o sentipensar e impulsiona a autoformação humanescente. A pesquisa de abordagem qualitativa segue os princípios da pesquisa-ação existencial, numa perspectiva etnofenomenológica, que considera os estudos da etnografia e da fenomenologia com a etnometodologia. Neste estudo utilizamos a rocha sedimentar denominada de arenito e seus grãos minerais como operadora cognitiva para dinamizar as discussões das vivências ludopoiéticas no Jogo de Areia. Participaram da pesquisa alunos da Licenciatura em Geografia do IFRN. Para alcançar os objetivos da pesquisa foram organizados encontros vivenciais presenciais e encontros virtuais. As vivências ludopoiéticas no Jogo de Areia revelaram a repercussão da tatilidade para a autoformação humanescente, evidenciando a importância do tocar para o apreender e vivenciar o mundo com beleza, alegria e sensibilidade. Estas vivências evidenciaram as propriedades do sistema ludopoiético, os fios da corporeidade e o significado do sentipensar da tatilidade como fenômeno que impulsiona a autoformação humanescente, evidenciado pela etnofenomenologia. Os dados foram obtidos por meio do Jogo de Areia, da escuta sensível, do diário vivencial, do registro fotográfico e de filmagens. No processo de análise dos dados desvelaram-se os princípios etnofenomenológicos da experiencialidade, indicialidade, reflexividade, auto-organizabilidade, filiabilidade, arquetipalidade e humanescencialidade. O Jogo de Areia favorece, por meio da tatilidade, a conscientização da condição do ser, retoma histórias de vida, proporcionando a construção do conhecimento de forma significativa e contextual.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 349790 - EDMILSON FERREIRA PIRES
Interno - 4197701 - ERIKA DOS REIS GUSMAO ANDRADE
Interno - 347394 - FRANCISCO DE ASSIS PEREIRA
Interno - 1149574 - JEFFERSON FERNANDES ALVES
Externo à Instituição - MARIA ANTONIA TEIXEIRA DA ROCHA - UERN
Externo à Instituição - TEREZA LUIZA DE FRANÇA - UFPE
Notícia cadastrada em: 01/08/2011 11:15
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao