Banca de DEFESA: MARLUCIA BARROS LOPES CABRAL - (Retificação)

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: MARLUCIA BARROS LOPES CABRAL

DATA: 22/12/2010

HORA: 14:00

LOCAL: Sala F1 – Setor V/CCSA/UFRN

TÍTULO:
O PROFESSOR E SUA FORMAÇÃO LINGUÍSTICA: UMA INTERLOCUÇÃO TEORIA/PRÁTICA

PALAVRAS-CHAVES:

Formação linguística. Ensino-aprendizagem da linguagem. Pesquisa Colaborativa. Metodologia da Elaboração Conceitual Ferreiriana.


PÁGINAS: 254

GRANDE ÁREA: Ciências Humanas

ÁREA: Educação

RESUMO:

Este trabalho constitui um estudo de doutoramento intitulado O professor e sua formação linguística: uma interlocução teoria/prática. Nele, a pesquisadora, discorrendo sobre questões que envolvem o ensino-aprendizagem da linguagem verbal, focaliza a importância da formação linguística para profissionais que atuam nos anos iniciais da Educação Fundamental. Nessa perspectiva, objetiva analisar as interrelações entre os saberes dos professores, referentes à linguagem (verbal), mobilizados no processo ensino-aprendizagem da produção de textos escritos pelos educandos, inscritos nos anos iniciais do ensino fundamental. Para tanto, desenvolveu uma pesquisa colaborativa, de natureza qualitativa, com quatro partícipes, sendo três delas professoras do campo empírico, a EETB (escola apontada pelo “Prova Brasil” (2005) como entre as dez escolas brasileiras com o pior índice de rendimento discente nas habilidades de ler, escrever e interpretar) e a outra (pesquisadora) docente da UERN. A pesquisa fez uso de diversos procedimentos metodológicos, dentre os quais se destacam: questionário, entrevista, Sessões Reflexivas e Ciclos de Estudos Reflexivos. Estes específicos da metodologia da elaboração conceitual ferreiriana, adotada no processo de (re)elaboração, pelas partícipes, dos conceitos de linguagem, texto, gênero textual, língua falada e língua escrita. Quanto aos procedimentos analíticos, esses foram embasados em aportes da teoria da formação de conceitos, da Linguística Aplicada e da arqueologia dos conceitos eleitos. Os resultados apontam que o processo de formação linguística, instaurado por meio da pesquisa colaborativa e da metodologia da elaboração conceitual ferreiriana, unindo conhecimentos das áreas da Educação e da Linguagem, foi produtivo e revela uma estreita relação entre os conhecimentos adquiridos pelas partícipes, a (re)organização do processo ensino-aprendizagem da linguagem e a melhoria das produções escritas pelos alunos dessas docentes.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 345843 - MARIA SALONILDE FERREIRA
Interno - 347394 - FRANCISCO DE ASSIS PEREIRA
Externo ao Programa - 1149340 - LIOMAR COSTA DE QUEIROZ
Externo à Instituição - IVANA MARIA LOPES DE MELO IBIAPINA - UFPI
Externo à Instituição - SILVANO PEREIRA DE ARAÚJO - UERN
Notícia cadastrada em: 22/03/2011 10:04
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa01-producao.info.ufrn.br.sigaa01-producao