Banca de DEFESA: MARIA DALVACI BENTO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: MARIA DALVACI BENTO

DATA: 03/03/2011

HORA: 08:30

LOCAL: A DEFINIR

TÍTULO:

UMA VISÃO LOCAL DE UM PROJETO NACIONAL: O CURSO MÍDIAS NA EDUCAÇÃO.


PALAVRAS-CHAVES:

 Educação a distância. Formação de professores. Ambiente virtual de aprendizagem.


PÁGINAS: 151

GRANDE ÁREA: Ciências Humanas

ÁREA: Educação

RESUMO:

A dissertação “Uma visão local de um projeto nacional: o curso Mídias na Educação” apresenta uma pesquisa que visa fazer uma análise de como vem sendo implementado o curso Mídias na Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte e Universidade Estadual do Rio Grande do Norte, com a intenção de apontar lacunas em sua oferta, que devem ser sanadas na perspectiva de contribuir para o desenho de outros cursos nesses moldes. Para tanto, realizamos uma pesquisa participante em que na coleta dos dados, utilizamo-nos de questionários abertos disponibilizados em páginas online criadas, especificamente, para esse fim e respondidos por cursistas que concluíram o curso, cursistas que desistiram bem como tutores das duas universidades envolvidas na pesquisa. Através destes questionários, procuramos identificar, principalmente, os aspectos que interferem de forma negativa na oferta do curso, relacionados ao perfil do cursista, o ambiente virtual de aprendizagem  onde o curso está hospedado, os encontros presenciais, os conteúdos e atividades, a tutoria e a evasão, assim como as mudanças para melhorar a implementação do curso.  Os colaboradores da pesquisa são professores da educação básica pública do RN. Para entendermos a formação continuada de professores, desenvolvida através da educação a distância, utilizando-se de ambiente virtual de aprendizagem, fizemos uma contextualização desta a partir da década de noventa, no contexto da reforma educacional brasileira ocorrida na referida década. O curso Mídias na Educação se apresenta como uma proposta diferente por possibilitar aos professores seguir diferentes percursos, materializados em ciclos de aprendizagem. Ao final da pesquisa, concluímos que na implementação deste curso, RN, as condições para que aconteça o diálogo, concretamente, não são dadas e, assim, a ação instrumental prevalece sobre a ação comunicativa. 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 346615 - ARNON ALBERTO MASCARENHAS DE ANDRADE
Externo ao Programa - 1544780 - JOAO TADEU WECK
Externo à Instituição - OTAVIO AUGUSTO DE ARAUJO TAVARES - IFRN
Externo ao Programa - 396683 - SANDRA KELLY DE ARAUJO
Notícia cadastrada em: 14/02/2011 16:28
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao