Banca de DEFESA: JOSE JACKSON REIS DOS SANTOS - (Retificação)

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: JOSE JACKSON REIS DOS SANTOS

DATA: 02/02/2011

HORA: 14:30

LOCAL: SALA F2 - SETOR V/CCSA/UFRN

TÍTULO:

SABERES NECESSÁRIOS PARA A DOCÊNCIA: REFLETINDO SOBRE A EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS.


PALAVRAS-CHAVES:

Educação de Jovens e Adultos. Saberes docentes. Ensino Fundamental.


PÁGINAS: 192

GRANDE ÁREA: Ciências Humanas

ÁREA: Educação

RESUMO:

Nesta tese, intitulada “Saberes para a docência: refletindo sobre a Educação de Jovens e Adultos”, são privilegiados aspectos que se entrecruzam sobre os saberes docentes e a Educação de Jovens e Adultos. Teve-se como objetivo central analisar, com os partícipes envolvidos, os saberes necessários para a docência na Educação de Jovens e Adultos. A preocupação centrou-se na seguinte questão: que saberes para a docência são necessários para o profissional atuar nos anos iniciais do ensino fundamental com jovens e adultos?  A pesquisa foi desenvolvida na Escola Municipal São Lucas, localizada na cidade de Vitória da Conquista/Bahia, tomando como referência os discursos de quatro partícipes envolvidos na experiência de pesquisa-formação.  A abordagem colaborativa, de natureza qualitativa, foi o caminho teórico-metodológico adotado, considerando quatro ações: descrever, informar, confrontar e reconstruir. Foram realizados, ao longo da pesquisa, entrevista coletiva, sessões de estudo, sessões reflexivas, observações da prática alfabetizadora, análise documental e registro escrito de notas de campo. Para análise e sistematização dos dados, tomou-se como referência os pressupostos da análise do discurso, baseando-se em estudos de Bakhtin (1997), especificamente sobre as discussões em torno das ideias de tema e de significação, conceitos estes articulados a uma análise processual e dialética. Os resultados e conclusões da pesquisa permitem afirmar que a prática pedagógica, as experiências profissionais, o diálogo com outros sujeitos, os conhecimentos adquiridos na universidade e em outros espaços formativos são as principais fontes de saberes dos partícipes. Estas se entrecruzam com outros conceitos, como o de docência e o de alfabetização. Na pesquisa, percebemos a docência ainda como doação e a ideia de alfabetização e de letramento compreendida de forma equivocada pelos envolvidos. No âmbito da política educacional da rede municipal de ensino, saberes como os da organização curricular, da avaliação, da formação continuada, do planejamento e dos recursos didático-pedagógicos orientam as práticas desenvolvidas na escola. Nestes, são observadas contradições entre o que desejam os partícipes na prática cotidiana da instituição e o que propõe a Secretaria Municipal de Educação. Os  saberes identificados e analisados nesta tese exigem, do nosso ponto de vista, o desenvolvimento de um processo formativo (inicial e continuado) rigoroso, técnico-científico e politicamente planejado, requerendo das instâncias formativas o investimento necessário para reelaborar as políticas educacionais e, consequentemente, ressignificar as experiências pedagógicas no interior das escolas, contribuindo, desse modo, para o processo de profissionalização na Educação de Jovens e Adultos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1149344 - MARCIA MARIA GURGEL RIBEIRO
Interno - 6347260 - MARIA ESTELA COSTA HOLANDA CAMPELO
Externo à Instituição - MARIA IZA PINTO DE AMORIM LEITE - UESB
Externo à Instituição - TÂNIA MARIA DE MELO MOURA - UFAL
Externo ao Programa - 3280986 - WALTER PINHEIRO BARBOSA JUNIOR
Notícia cadastrada em: 03/02/2011 10:20
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa10-producao.info.ufrn.br.sigaa10-producao