Banca de DEFESA: JAILMA CAVALCANTE BARAUNA - (Retificação)

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: JAILMA CAVALCANTE BARAUNA

DATA: 10/11/2010

HORA: 14:00

LOCAL: Sala F1 – Setor V/CCSA/UFRN

TÍTULO:

OS SENTIDOS DADOS AO PLANEJAMENTO E À FORMAÇÃO CONTINUADA POR PROFESSORES DE UMA ESCOLA PÚBLICA MUNICIPAL DE NATAL/RN


PALAVRAS-CHAVES:

Fazer docente. Planejamento reflexivo. Formação continuada.


PÁGINAS: 136

GRANDE ÁREA: Ciências Humanas

ÁREA: Educação

RESUMO:

Este trabalho tem como objetivo compreender os sentidos dados à relação entre o planejamento e o processo de formação continuada pelos professores de uma escola pública municipal da cidade de Natal/RN. Temos como pressuposto a ideia de que os professores não concebem o planejamento escolar como espaço de formação coletiva e continuada, o que nos motiva à reflexão, uma vez que o planejamento pode ser visto como processo permeado por tensões e conflitos estruturais reprimidos na escola. Nosso princípio teórico-metodológico é a abordagem multirreferencial, baseada em conceitos de diferentes modelos de análise para compreensão de uma realidade em que diferenciadas dimensões estão emaranhadas. Adotamos como metodologia a entrevista compreensiva, a partir da qual o objeto de pesquisa é construído por meio da elaboração teórica das hipóteses forjadas no campo da investigação. O pesquisador busca dominar e personalizar os instrumentos e as teorias em meio a um projeto concreto de pesquisa, cuja imagem mais próxima é a do artesanato intelectual. No processo de construção, compreendemos a necessidade de entender o registro de um saber social incorporado pelos indivíduos à sua historicidade, às suas orientações e às definições de sua ação em relação com o conjunto da sociedade. Nesse sentido, os professores entrevistados comentam seu entendimento, revelando sentidos sobre como efetivar um planejamento que atenda as realidades do cotidiano dos alunos. Percebemos, nas análises, que parte do grupo de professores tem consciência do fazer do planejamento como base do trabalho docente, não apenas voltado ao aspecto prático – elaboração e execução –, mas também atrelado a um processo de outros aspectos concomitantes, como a reflexão e ação-reflexão sobre a ação. Sendo assim, há a possibilidade de melhorar o planejamento, tornando-o mais dinâmico e participativo, através dos projetos de trabalho desenvolvidos como alternativa de ensino e de aproximação da prática pedagógica à realidade do aluno. Por esse motivo, o planejamento diário é de fundamental relevância, uma vez que o espaço escolar é complexo e dinâmico. No entanto, percebemos que há uma incompreensão do planejamento como espaço escolar de formação continuada em detrimento das práticas irrefletidas. Nesse sentido, o processo de planejamento tende a ser visto apenas como técnico, e não como processo político-reflexivo. Por essas razões, surgem as tensões externas e internas, atreladas às incertezas do fazer docente no cotidiano escolar, associadas aos sentimentos antagônicos, que podem ser elementos que dificultam e limitam esse fazer, conduzindo à improvisação. Os professores sugerem a construção da proposta pedagógica voltada à formação continuada em serviço e aliada à introdução de uma prática reflexiva que envolva a coletividade, sendo incluídas a autonomia, a flexibilidade e a abertura do planejamento, ressaltando a atuação mediadora do coordenador pedagógico como de fundamental importância para fortalecer o trabalho coletivo na escola e enfatizar práticas reflexivas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 349752 - ROSALIA DE FATIMA E SILVA
Interno - 347394 - FRANCISCO DE ASSIS PEREIRA
Interno - 1149344 - MARCIA MARIA GURGEL RIBEIRO
Externo à Instituição - MARIA ANTONIA TEIXEIRA DA ROCHA - UERN
Notícia cadastrada em: 08/11/2010 16:34
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa04-producao.info.ufrn.br.sigaa04-producao