Banca de DEFESA: ELIZABETH CYNTHIA WALTER

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ELIZABETH CYNTHIA WALTER
DATA : 12/12/2022
HORA: 14:00
LOCAL: Multimeios 2 + Webconferência (híbrido)
TÍTULO:

Avaliação da Eficácia de Dois Programas de Leitura Dialógica na Compreensão de Crianças com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) e Desenvolvimento Típico


PALAVRAS-CHAVES:

TEA; compreensão de narrativas orais; Leitura Dialógica; Recall; intervenção precoce; mediadores de leitura; programa de capacitação


PÁGINAS: 192
RESUMO:

A narrativa oral é uma habilidade do letramento emergente que está relacionada com o desenvolvimento social e o sucesso escolar. Entretanto, uma parcela expressiva de educandos com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) que apresenta prejuízos na linguagem - seja em aspectos ligados às habilidades fonológicas, semânticas, ou pragmáticas-, estaria em risco de apresentar déficit na produção e compreensão de narrativas orais e escritas. Esses prejuízos podem suscitar dificuldades em diversas áreas acadêmicas. Vivemos numa sociedade onde as atividades cotidianas, têm por base a leitura e a escrita. Pensarmos numa sociedade inclusiva, onde todos os indivíduos tenham o direito de aprender a ler e a escrever, requer o desenvolvimento de programas interventivos que minimizem precocemente as dificuldades de compreensão leitora. Nesse contexto, o objetivo do presente estudo, de natureza interventiva, foi avaliar a eficácia de dois programas de Leitura Dialógica na compreensão da leitura oral de préescolares com e sem TEA. Os participantes foram duas crianças diagnosticadas com TEA, (5a-4m e 4a-9m) e uma criança com desenvolvimento típico (4a-4m) e sete mediadores de leitura. A presente investigação caracterizou-se como uma pesquisa experimental de sujeito único com um delineamento do tipo ABAB, tendo como variáveis independentes (VI) as condições de leitura, incluindo o programa Reading to Engage Children With Autism in Language and Learning-RECALL (leitura para engajar crianças com autismo na linguagem e aprendizagem) (intervenção A) e a Leitura Dialógica Simples (intervenção B). Como variáveis dependentes (VD), a frequência de respostas corretas a perguntas factuais e inferenciais; frequência de respostas corretas para cada tipo de estratégia (tipo de perguntas); porcentagem de uso das ajudas visuais e aquisição de vocabulário. Os mediadores de leitura participaram de um programa de capacitação, que incluiu procedimentos de autoscopia e prática no uso das estratégias por meio da modelação. As sessões foram videografadas e a frequência no uso das estratégias do programa por parte do cuidador e das respostas das crianças foram contabilizados. Os resultados indicaram que os mediadores aprenderam a aplicar as estratégias utilizadas nos dois programas. Com relação às crianças, os resultados mostraram que os três participantes, tiveram aprendizagem de novos vocábulos utilizando tanto com Recall como com LDS, sem apresentar diferenças significativas entre os programas. Ao avaliar os efeitos na frequência de respostas corretas (porcentagem de acertos por tipo de pergunta) os três sujeitos tiveram melhor desempenho com o protocolo Recall do que 4 LDS. O teste Wilcoxon, indicou que essa diferença foi estatisticamente significativa para os três sujeitos. Os três participantes obtiveram maior pontuação na porcentagem de respostas corretas a perguntas factuais e inferenciais quando expostos ao protocolo Recall. Essa diferença mostrou-se, no entanto, significativa (teste de Fischer) apenas para a criança com desenvolvimento típico. Os registros sugerem que as três crianças se beneficiaram da hierarquia de dicas de ajudas visuais. Contribuições e limitações do estudo são discutidas.


MEMBROS DA BANCA:
Externa à Instituição - CATIA CRIVELENTI DE FIGUEIREDO WALTER - UERJ
Externa à Instituição - CLAUDIA CARDOSO MARTINS - UFMG
Externa ao Programa - 3305084 - DEBORA DELIBERATO - nullPresidente - 1545096 - DEBORA REGINA DE PAULA NUNES
Externo ao Programa - 1149542 - FRANCISCO RICARDO LINS VIEIRA DE MELO - nullExterna ao Programa - 1805071 - MARIA DE JESUS GONCALVES - nullExterna à Instituição - SÍGLIA PIMENTEL HÖHER CAMARGO - UFPel
Notícia cadastrada em: 30/11/2022 12:38
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa01-producao.info.ufrn.br.sigaa01-producao