Banca de DEFESA: MARIA SANTA BORGES DO NASCIMENTO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARIA SANTA BORGES DO NASCIMENTO
DATA : 26/07/2022
HORA: 14:00
LOCAL: Webconferência
TÍTULO:

O ENSINO DE CIÊNCIAS/BIOLOGIA PARA ALUNOS COM TRANSTORNO DO ESPECTRO DO AUTISMO SOB A PERSPECTIVA DOS PROFESSORES


PALAVRAS-CHAVES:

Transtorno do Espectro Autista. Ensino de Ciências. Estratégias de Ensino. Revisão da Literatura.


PÁGINAS: 148
RESUMO:

As demandas sociocomunicativas, cognitivas e sensoriais dos alunos diagnosticados com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) nem sempre são consideradas na implementação do currículo regular. No caso das disciplinas de ciências, essa tendência é atribuída, particularmente, por limitações, que muitos desses educandos apresentam, na transposição da linguagem científica para o cotidiano, o que requer a compreensão de analogias, metáforas e conceitos abstratos contidos em textos científicos. Nesse cenário, é fundamental identificar estratégias de ensino que considerem as limitações e potencialidades desse alunado, com vistas a tornar o processo de ensino-aprendizagem efetivo. Neste sentido, o primeiro objetivo desse estudo foi identificar, por meio de uma Revisão Integrativa da Literatura (RIL), o que foi produzido sobre o ensino de Ciências/Biologia para alunos com TEA em contexto nacional e internacional nos últimos 7 anos. O segundo objetivo foi contrastar as metodologias identificadas na RIL com as práticas que um grupo de 13 professores de Ciências/Biologia, que lecionam para alunos com TEA em escolas da rede estadual de ensino de Iguatu/CE e rede estadual do Rio Grande do Norte, têm usado. Esses dados foram produzidos por meio de questionários eletrônicos e entrevistas e analisados com base na técnica análise de similitude e nuvem de palavras geradas por software de análise qualitativa de dados. Os resultados da RIL revelaram a escassez de estudos dessa natureza publicados em contexto nacional. Em termos internacionais, apesar de escassas, as pesquisas destacaram os efeitos promissores do usode Práticas Baseadas em Evidências, estratégias audiovisuais, estruturação de textos científicos, adaptação de recursos didáticos e metodologias ativas como gamificação e práticas laboratoriais. As práticas adotadas pelos 13 professores, selecionados por critério de conveniência, convergem com algumas das estratégias descritas na literatura, particularmente àquelas que fazem uso de recursos visuais,adaptação de textos científicos e construção de materiais didáticos. Observa-se, no entanto, uma ausência de práticas empiricamente validadas. Em parte, esses resultados podem ser atribuídos a ausência de formação adequada dos professores investigados e falta de conhecimento sobre as demandas educacionais dos alunos com TEA.


MEMBROS DA BANCA:
Externa à Instituição - RITA DE CÁSSIA MOREM CÓSSIO RODRIGUEZ - UFPel
Externa à Instituição - MARIA MÁRCIA MELO DE CASTRO MARTINS - UECE
Presidente - 1545096 - DEBORA REGINA DE PAULA NUNES
Interna - 3144003 - GESSICA FABIELY FONSECA
Interna - 1714249 - MARIA APARECIDA DIAS
Notícia cadastrada em: 04/07/2022 15:05
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao