Banca de DEFESA: KARINE SYMONIR DE BRITO PESSOA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : KARINE SYMONIR DE BRITO PESSOA
DATA : 31/05/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Zoom Meetings
TÍTULO:

VULNERABILIDADES MULTIDIMENSIONAIS PREDITORAS DO (IN)SUCESSO ESCOLAR EM UM SISTEMA DE ENSINO


PALAVRAS-CHAVES:

Vulnerabilidades na Educação, Avaliação; Desempenho Escolar; Predição do Insucesso Escolar


PÁGINAS: 252
RESUMO:

A educação é essencial para a evolução da sociedade do conhecimento, fundamental para os avanços sociais, histórico-culturais, políticos, econômico-financeiros e tecnológicos de uma nação. É pela comunhão dessas múltiplas dimensões que se constrói uma sociedade mais democrática, justa, humana e solidária, instrumentos primordiais para o desenvolvimento da autonomia e da criticidade do sujeito cidadão. Essa compreensão sobre a importância da educação é confirmada ao olharmos para um passado não tão distante. Nessa perspectiva, identificar os fatores multidimensionais que podem influenciar no desempenho na aprendizagem do estudante ao longo do seu percurso escolar torna-se uma relevante premissa assumida por esse estudo. É possível compreender que o estudante pode estar vulnerável em diferentes perspectivas que repercutem na sua trajetória escolar. Identificar essas vulnerabilidades e, a partir delas, identificar com rigor científico a repercussão que delas é o que julgamos poder ser uma contribuição para a predição do insucesso escolar. Diante disso, a presente tese tem como objetivo desenvolver um modelo preditivo de avaliação da qualidade (sucesso e insucesso) do serviço educacional do estado do Rio Grande do Norte. Para tanto, foram analisados os dados do Censo Demográfico 2010, SIMAIS, diário de classe e perfil socioeconômico dos estudantes matriculados na rede pública estadual de ensino, no período de 2013 a 2019, que correspondeu a um total de 942.699 registros agrupados por dimensões e características tipificadas. Para análise dessas dimensões e tipificações, utilizou-se análise descritiva, o teste de independência de qui-quadrado e o modelo linear generalizado: Regressão Logística. Os resultados encontrados apontam que: a) apenas 11,8% dos estudantes conseguiram fazer uma trajetória linear iniciando o 7º ano em 2013 e concluindo a 3ª série em 2019; b) em média apenas 42% dos estudantes conseguem sair do Ensino Fundamental II e o Ensino Médio sem reprovação, ou melhor, passar do 9º ano a 1ª série; c) as condições territoriais dos domicílios dos municípios que os estudantes residem influenciam no insucesso escolar; d) 3,9% dos estudantes (1336 estudantes) obtiveram padrão de proficiência avançado entre aqueles do 5º e 9º ano e 3ª série; e) nenhum dos 167 municípios do RN possuem mais de 50% dos domicílios com computadores com acesso a informática o que demonstra o elevado nível de vulnerabilidade digital indo ao encontro do baixo acesso; f) em média, apenas 40% dos estudantes do ensino regular da rede estadual são beneficiados com programas sociais do governo federal; e g) no máximo 10% dos estudantes que residem nos municípios de Natal, Parnamirim, Montanhas, Cerro Corá, Parelhas, Caicó, Mossoró, Baraúna, Tibau, Apodi, Pau dos Ferros, Marcelino Vieira e Major Sales registraram estudantes da 3ª série que conseguiram obter nível avançado em língua portuguesa e matemática. Desta forma, pode-se dizer que para 3ª série esses possuem de forma concomitante condições territoriais e níveis de padrões avançados de proficiência, o que significa que os estudantes conseguiram atingir um patamar além do que é considerado essencial para sua etapa de escolaridade, exigindo novos estímulos e desafios. Portanto, é de suma importância que mais investigações sejam desenvolvidas sobre o tema, objetivando minimizar os fatores de vulnerabilidade de insucesso em decorrência de forma a proliferar mais práticas educativas que discutam esses componentes e contribuam para a formação de aprendizes autônomos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 333491 - BETANIA LEITE RAMALHO
Interno - 2298026 - ISAURO BELTRAN NUNEZ
Externa ao Programa - 1213777 - THAIS VASCONCELOS BATISTA
Externo ao Programa - 2316877 - EVERTON RANIELLY DE SOUSA CAVALCANTE
Externo ao Programa - 3222065 - GUILHERME MENDES TOMAZ DOS SANTOS
Externo à Instituição - ROBERT EVAN VERHINE - UFBA
Externo à Instituição - RAINER LEHMANN
Notícia cadastrada em: 11/05/2021 11:28
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao