Banca de DEFESA: JUAN CARLO DA CRUZ SILVA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JUAN CARLO DA CRUZ SILVA
DATA : 26/02/2021
HORA: 14:00
LOCAL: http://meet.google.com/qia-aekm-eij
TÍTULO:

EDUCAR A MÃO E O OLHAR PARA O TRABALHO: a disciplina Desenho na Escola de Aprendizes Artífices do Rio Grande do Norte (1909 – 1937)


PALAVRAS-CHAVES:

Desenho. Disciplinas Escolares. Escola de Aprendizes Artífices. História da Educação Profissional. História da Educação Matemática.


PÁGINAS: 366
RESUMO:

A presente tese tem por objeto de estudo a disciplina escolar Desenho no âmbito da Educação Profissional. Nosso objetivo foi compreender o papel da disciplina Desenho na formação para o trabalho na Escola de Aprendizes Artífices do Rio Grande do Norte. O recorte temporal pesquisado tem início com a criação da instituição profissional no estado potiguar, no ano de 1909, pelo Decreto n° 7.566 do Governo Federal, e prolonga-se até a mudança de denominação desta instituição, em 1937, que passa a ser chamada de Liceu Industrial de Natal. O trabalho está inserido no campo da História da Educação, mais especificadamente na interface dos domínios da História das Disciplinas Escolares, da História da Educação Profissional e da História da Educação Matemática. A pesquisa tem como fundamento teórico a perspectiva historiográfica francesa, com as noções da Nova História Cultural segundo Roger Chartier, representações, práticas, circulação de ideias e apropriação, e com as concepções de História das Disciplinas segundo André Chervel. Com relação aos fundamentos metodológicos, abordamos o método histórico clássico segundo Jörn Rüsen. Nossas fontes são bibliográfica e documental, tendo as últimas compostas por conjuntos de ordem legal, administrativa, pedagógica e pública. Defendemos que a disciplina Desenho se constituiu, no âmbito da Educação Profissional, a partir de ideias em circulação no mundo e no Brasil, com a representação que a entendia como base da formação de mão-de-obra para o trabalho e, ao longo de sua história como disciplina escolar, passou por uma alteração desse status. Ao longo do texto chegamos à confirmação dessa tese, pois mediante a apropriação de diferentes ideias em circulação pelos atores da educação profissional brasileira que assumem protagonismo durante o recorte temporal a disciplina Desenho passa por um deslocamento de seu papel inicial de relevância. Assim, o Desenho vai sendo reconfigurado, iniciando sua trajetória enquanto aliado ao método intuitivo na busca pela educação dos sentidos, da mão e do olhar, difundindo o desenho ao natural e à mão livre, passando a ser intrinsecamente ligado à Geometria, tornando-se um Desenho Geométrico com intenção de representar o objeto com precisão e perfeição, e termina como um Desenho Técnico propriamente dito, enfatizando-se na aliança entre a teoria e a prática, desse modo tendo seu status no contexto da Educação Profissional deslocado para divisão do protagonismo com outra disciplina.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2527711 - OLIVIA MORAIS DE MEDEIROS NETA
Interna - 1149455 - MARIA INES SUCUPIRA STAMATTO
Interno - 1359083 - IRAN ABREU MENDES
Externa ao Programa - 3315007 - LILIANE DOS SANTOS GUTIERRE
Externa à Instituição - ARLETE DE JESUS BRITO - UNESP
Externa à Instituição - MÁRCIA MARIA ALVES DE ASSIS - IFESP
Externo à Instituição - JOSE MATEUS DO NASCIMENTO - IFRN
Notícia cadastrada em: 11/02/2021 11:01
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao