Banca de DEFESA: JESSICA LIRA DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JESSICA LIRA DA SILVA
DATA : 20/02/2020
HORA: 09:30
LOCAL: Sala de Multimeios 01 - Centro de Educação - UFRN
TÍTULO:

ALFABETIZAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE PROFESSORES DA EJA


PALAVRAS-CHAVES:

 Alfabetização. Educação de Jovens e Adultos. Representações Sociais. 


PÁGINAS: 135
RESUMO:

A presente pesquisa tem como objetivo investigar as representações sociais sobre alfabetização de professores da EJA e suas repercussões nas práticas de alfabetizar. Foi realizada com docentes que atuam no 1º segmento da Educação de Jovens e Adultos, em duas instituições de ensino do município de Natal/RN. As bases teóricas utilizadas fixamse nos estudos sobre a alfabetização e letramento; Educação de Jovens e Adultos e a Teoria das Representações Sociais (Moscovici, 1961). O percurso teórico-metodológico do estudo está pautado na Teoria das Representações Sociais por presta-se a compreender os processos de elaboração das representações sobre alfabetização de adultos e o reverberar dessas representações nas condutas pedagógicas.  Portanto, a pesquisa é caracterizada como um estudo exploratório de caráter qualitativo. A construção dos dados deu-se através da aplicação dos instrumentos de pesquisa: as entrevistas semiestruturadas; observações do tipo não participativa e questionário aplicado às docentes. As análises e a discussão dos dados estão baseadas na abordagem teórica assumida, pautada nos pressupostos da análise de conteúdo de Bardin (2011) e no eixo interpretativo de Arruda (2005). Os resultados, frutos da análise da triangulação dos dados, emitidos pelas participantes mostram que não há uma representação social comum partilhada. Há variações e contrastes entre os grupos e dentro deles. No primeiro grupo há maior familiarização com o objeto da representação e maior aproximação com as práticas de alfabetizar jovens e adultos. No segundo grupo há uma representação hibrida, fundamentada tanto nos aspectos do universo reificado quanto do senso comum e consequentemente maior distanciamento das práticas de alfabetização de adultos. As representações apreendidas apresentam-se ancoradas em elementos diversos, sendo o principal deles a formação inicial e o tempo de atuação na Educação de Jovens e Adultos. A objetivação também se traduz de maneiras distintas nos comportamentos de cada participante do estudo. A pertinência desta pesquisa centra-se na relevância social do tema, uma vez que trará contribuições para as instituições formadoras repensar seus currículos no que diz respeito a formação dos docentes que atuarão da EJA, haja vista que a pesquisa apontou como principal elemento constituinte da representação social sobre alfabetização a formação inicial nos cursos de graduação.  


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 4197701 - ERIKA DOS REIS GUSMAO ANDRADE
Interno - 1149576 - ALESSANDRO AUGUSTO DE AZEVEDO
Interna - 6347805 - DENISE MARIA DE CARVALHO LOPES
Externo à Instituição - ANDRE AUGUSTO DINIZ LIRA - UFCG
Externa à Instituição - ROSA APARECIDA PINHEIRO - UFSCAR
Notícia cadastrada em: 14/02/2020 16:49
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao