Banca de DEFESA: ANA APARECIDA TAVARES DA SILVEIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANA APARECIDA TAVARES DA SILVEIRA
DATA : 19/02/2020
HORA: 16:30
LOCAL: Auditório 02 do PPGED - NEPSA II
TÍTULO:

EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR INCLUSIVA: OLHARES E SABERES DE UM GRUPO DE PROFESSORES DO ENSINO PÚBLICO DO NATAL/RN


PALAVRAS-CHAVES:

Educação Física Escolar. Inclusão. Formação Continuada.


PÁGINAS: 141
RESUMO:

A educação física como componente curricular escolar vem sendo discutido nas formações continuadas dos professores de educação física da rede municipal da cidade de Natal, enfocando os princípios da inclusão, desde 2014. Todavia, embora o tema assuma um lugar importante nesses encontros, ainda é descrito como desafio para muitos professores, aparecendo nas avaliações anuais como sugestão de tema para as formações dos anos seguintes. Tentando compreender quais são as demandas mais urgentes desse grupo, o referido trabalho se propõe a analisar as percepções de inclusão dos professores de educação física que frequentaram, em 2018, a formação continuada oferecida pela referida rede de ensino. É utilizado como método investigativo a pesquisa descritiva, com abordagem qualitativa a partir da aplicação de um questionário que emergiu de olhares, saberes, ideias, impressões, dificuldades e possibilidades da educação física escolar inclusiva. Percebeu-se que é um grande desafio para os professores compreender conceitualmente as especificidades da educação física frente à inclusão, bem como elaborar estratégias metodológicas que atendam aos múltiplos corpos e suas necessidades frente às problemáticas postas pelo processo inclusivo, encontradas também nas unidades temáticas. Compreendeu-se, assim, que esta pesquisa vem possibilitar um conhecimento mais aprofundado sobre a educação física inclusiva presente na rede pública de ensino de Natal, oferecendo subsídios para se pensar em uma formação continuada mais alinhada com as reais necessidades dos professores. Entende-se que a educação Física como parte integrante do projeto político pedagógico das escolas precisa ter clareza de suas especificidades, podendo colaborar utilizando-se da cultura de movimento para promover a prática da inclusão de todos os alunos.Assim, é defendido neste estudo que não é possível ficar esperando mudanças nas concepções pedagógicas dos professores sem que sejam identificados, discutidos e repensados aspectos que travam ou impossibilitam avanços em seu fazer pedagógico.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1278591 - AGUINALDO CESAR SURDI
Externa à Instituição - GRACIELE MASSOLI RODRIGUES - USJT
Interna - 1149418 - LUCIA DE ARAUJO RAMOS MARTINS
Presidente - 1714249 - MARIA APARECIDA DIAS
Externa à Instituição - MICHELE PEREIRA DE SOUZA DA FONSECA - UFRJ
Notícia cadastrada em: 07/02/2020 11:31
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa13-producao.info.ufrn.br.sigaa13-producao