Banca de DEFESA: ARTHUR BESERRA DE MELO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ARTHUR BESERRA DE MELO
DATA : 18/02/2020
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório 01 do PPGEd - NEPSA II - UFRN
TÍTULO:

AS IDEIAS HIGIENISTAS NA REVISTA PEDAGOGIUM (1921- 1927)


PALAVRAS-CHAVES:

Higienismo. Imprensa periódica educacional. Ideias pedagógicas. Civilidade. Campo educacional.


PÁGINAS: 117
RESUMO:

O objetivo geral deste trabalho é compreender quais ideias higienistas aparecem na revista Pedagogium e com que finalidade, durante a primeira fase de publicação desse impresso, entre os anos de 1921 a 1927. Esse periódico foi idealizado e editado pela Associação de Professores do Rio Grande do Norte (APRN), entidade que reunia membros de destaque no campo educacional potiguar (CAVALCANTE, 1999) (RIBEIRO, 2003). Para nortear a pesquisa, partimos do seguinte questionamento: Como e com que finalidade a revista Pedagogium relacionou as ideias do higienismo aos aspectos educacionais? Dessa forma procuramos investigar o papel dessa revista no campo educacional potiguar na Primeira República, período marcado um discurso das elites sociais marcadas por um desejo civilizatório e higienizador (HERSCHMANN; KROPF; NUNES, 1996) (AZEVEDO, STAMATTO, 2012). Afim de responder essa pergunta, a metodologia da investigação realizada foi composta por: analise documental, apoiada na taxionomia das fontes históricas (BARROS, 2012); e estudo bibliográfico da historiografia referente ao objeto e ao seu contexto histórico. Os conceitos “Civilidade” de Norbert Elias (1994) e de “campo” Bourdieu (1983, 2003, 2010) foram utilizados nessa dissertação para direcionar o caminho do estudo. Os documentos históricos analisados durante o processo de pesquisa foram: os exemplares da Pedagogium publicados entre 1921 a 1927, exceto pelos nº 6, 16, 8, os quais não tivemos acesso; legislações educacionais do Rio Grande do Norte de 1892 a 1925; obras de autores locais publicadas durante a Primeira República que abordaram temas de Higiene. Com o intuito de direcionar a investigação das fontes utilizamos a categoria de análise “Ideiaspedagógico higiênicas”, construída a partir dos entendimentos de “Ideias Pedagógicas” de Saviani (2003) e de “Higiene” a partir de autores da época (CHERNOVIZ, 1890) (CICCO, 1920) (LYRA, 1922). Após a realização desse estudo, podemos concluir que a revista Pedagogium, assim como a sua entidade criadora, a APRN, reuniu vários representantes do campo educacional local preocupados com a situação do ensino da época. Esse periódico divulgou ideias pedagógico-higiênicas que eram em suas maiorias normatizadas pela legislação educacional potiguar, como: a educação feminina para o lar e a educação sanitária, entre outros. Além disso, divulgou e elogiou ações educacionais do Estado baseadas em princípios higienistas. O processo de pesquisa acadêmica realizada, além de compreender o papel da Pedagogium para o campo educacional potiguar na Primeira República, nos apontou outros caminhos de investigações futuras dentro do campo da História da Educação.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1149638 - ANTONIO BASILIO NOVAES THOMAZ DE MENEZES
Externa à Instituição - FRANCINAIDE DE LIMA SILVA NASCIMENTO - IFRN
Externo à Instituição - JOSE MATEUS DO NASCIMENTO - IFRN
Externa ao Programa - 1181646 - KILZA FERNANDA MOREIRA DE VIVEIROS
Presidente - 6347203 - MARLUCIA MENEZES DE PAIVA
Notícia cadastrada em: 06/02/2020 13:41
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao