Banca de DEFESA: DENILTON SILVEIRA DE OLIVEIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DENILTON SILVEIRA DE OLIVEIRA
DATA : 21/02/2019
HORA: 15:00
LOCAL: Auditório 01 do PPGEd - NEPSA II
TÍTULO:

EXPERIÊNCIA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES PARA INOVAÇÃO PEDAGÓGICA POR MEIO DA ROBÓTICA EDUCACIONAL NA ESCOLA ESTADUAL PRESIDENTE KENNEDY


PALAVRAS-CHAVES:

Formação de Professores. Inovação Tecnológica. Robótica Educacional.


PÁGINAS: 231
RESUMO:

A presente dissertação tem como ponto de convergência questões relacionadas às políticas de formação continuada de professores, com ênfase no uso de tecnologias inovadoras aplicadas à Educação, tendo como foco a Robótica Educacional, RE. Seu objetivo central foi implementar e analisar a experiência de formação continuada para inovação pedagógica em RE, desenvolvida com professores dos 4º e 5º anos da Escola Estadual Presidente Kennedy, EEPK, no ano de 2017. Esta pesquisa apresenta características da pesquisa-ação no que diz respeito a abordagem, dada a sua forma de pesquisa-ação, e constitui uma pesquisa qualitativa em relação a sua natureza. O aparato instrumental de viés qualitativo para coleta de dados teve como foco a observação participante, questionários com perguntas abertas e fechadas e análise documental. A pesquisa bibliográfica e documental foi utilizada para fundamentar teoricamente os pressupostos deste estudo. Esta pesquisa-ação baseia-se em uma pesquisa interventiva, através de um curso de extensão em RE, desenvolvido na EEPK, de forma colaborativa, entre três instituições públicas de ensino: a Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, o Instituto de Educação Superior - Centro de Formação de Profissionais da Educação, Ifesp, e a EEPK. Esta pesquisa envolveu professores e alunos das turmas de 4º e 5º anos. Como resultado deste trabalho, conclui-se que seu objetivo central foi parcialmente atendido. Dos cinco professores, das turmas de 4º e 5º anos diretamente envolvidos no trabalho, dois conseguiram desenvolver com autonomia a proposta de utilizar o RE como recurso inovador em suas aulas. Os outros três tiveram dificuldade de fazê-lo, e a aplicação da RE em suas práticas pedagógicas precisou de um apoio mais efetivo do professor pesquisador do Ifesp. Vários fatores contribuíram para isso. Dificuldades de natureza estrutural e conjuntural. Entre essas dificuldades estão as deficiências na infraestrutura tecnológica oferecida pela escola; a quantidade insuficiente de kits de RE; a dificuldade com a participação dos bolsistas na condução da segunda etapa de formação para o acompanhamento e apoio aos professores cursistas; o tempo de treinamento que se mostrou insuficiente, especialmente o tempo gasto no ensino da programação do robô. Percebeu-se, entretanto, que o fator tempo, foi o principal. Não só o tempo dedicado a formação, mas o tempo, disponível aos professores, para estudo e pesquisa. Esse fator relacionado, diretamente, com às condições sociais de trabalho dos professores,certamente, foi o mais relevante, entre os observados. Todas essas questões, que determinaram essa realidade, são analisadas neste trabalho, considerando, também, as possibilidades de inovação de práticas pedagógicas mediadas por tecnologias, como a RE. Os ganhos e conquistas produzidos pelo trabalho proporcionado por esta pesquisa, entretanto, foram de grande relevância, tanto para os professores, quanto para os estudantes, envolvidos.


MEMBROS DA BANCA:
Externa à Instituição - AKYNARA AGLAE RODRIGUES SANTOS DA SILVA BURLAMAQUI - UFERSA
Externo à Instituição - DENNIS BARRIOS ARANIBAR - UCSP
Presidente - 1646204 - LUCIANE TERRA DOS SANTOS GARCIA
Externo ao Programa - 1345674 - LUIZ MARCOS GARCIA GONCALVES
Interna - 019.991.844-91 - MARIA APARECIDA DE QUEIROZ - UFRN
Notícia cadastrada em: 14/02/2019 15:44
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa11-producao.info.ufrn.br.sigaa11-producao