Banca de DEFESA: TÂNIA COSTA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : TÂNIA COSTA
DATA : 30/08/2018
HORA: 14:30
LOCAL: Auditório 01 do NEPSA II
TÍTULO:

ORGANIZAÇÃO INSTITUCIONAL E INTERESSES INDIVIDUAIS E CORPORATIVOS: DISTRIBUIÇÃO DA CARGA HORÁRIA DE ENSINO NO IFRN - CAMPUS NATAL CENTRAL


PALAVRAS-CHAVES:

Educação Profissional. Participação. Necessidades Institucionais. Interesses Individuais. Interesses Corporativos.


PÁGINAS: 137
RESUMO:

Investiga-se, neste estudo, o modo como se estabelece a relação entre as necessidades de organização institucional e os interesses individuais e corporativos dos docentes, e como esse modus operandi se reflete na distribuição da carga horária de ensino no IFRN Campus Natal Central. Em termos mais específicos, objetiva-se determinar quais os interesses que orientam a organização e distribuição dos horários de aula dos docentes e quais suas implicações para o espaço público e coletivo, considerando-se o fato de que existe uma tendência ao esvaziamento da esfera pública, conforme pondera Arendt (2008), Bobbio (2007) e Sennet (1999). Em busca de respostas à indagação de partida, tomou-se como referência a Comissão de Horários, elegendo-se como sujeitos de pesquisa os membros que compõem/compuseram a referida Comissão no intercurso temporal de 2012 a 2018. Em seu percurso teórico-metodológico, a pesquisa alinha-se ao materialismo histórico dialético e ao paradigma de pesquisa de natureza qualitativa. À luz desse arcabouço, procedeu-se à investigação, tendo como guia, nesse processo, as questões centrais da pesquisa, as quais, trianguladas com as falas dos participantes e com os referenciais teóricos, fizeram emergir as categorias de análise, pelas quais se orientou esse processo, sempre em sintonia com os objetivos propostos: identificar as necessidades de organização institucionais coletivas, demandadas pela organização do trabalho docente; identificar os interesses individuais e corporativos na organização da carga horária de ensino; avaliar os interesses determinantes na organização dos horários de ensino; e identificar o modo como se processa a mediação entre as necessidades de organização institucional e os interesses individuais e corporativos, sob a ótica de uma concepção participativa e democrática. Em referência aos alcances a que chegou, a pesquisa realizada identificou as necessidades de organização institucional coletivas em duas vertentes: a primeira, relacionada às necessidades de natureza pedagógica, vistas como potencializadoras do processo de ensino e aprendizagem dos estudantes, as quais se apresentam no desenvolvimento do currículo; a segunda, vinculada a aspectos da democracia participativa, fundamentada na concepção de espaço público, tal como o concebe Arendt (2008). Entre as descobertas mais importantes, registra-se o fato de os interesses individuais e corporativos terem sido identificados como motivações orientadas pelas necessidades dos sujeitos e grupos, denotando a evidente colonização do espaço público pelo privado, como atestado por Bauman (2001); o fato de que a prática de participação dos representantes da Comissão tem resultado em avanços para a melhoria dos processos pedagógicos, para a melhoria da qualidade do ensino e para a qualificação política dos sujeitos. Mas também se constatou, em contrapartida, que muitas prioridades ainda se estabelecem em função dos interesses individuais e corporativos dos docentes em detrimento das necessidades educacionais de organização do trabalho escolar. Considera-se, entretanto, para além dessa visão dicotômica, que opõe frontalmente os interesses individuais e corporativos e os interesses coletivos, que há franca possibilidade de superação, na medida em que se pondera sobre o fato de que os conflitos, os consensos e os dissensos coexistem no mesmo espaço, como um processo dialético de aprendizado e de luta política, não sendo, pois, circunscritos aos limites da Escola, mas relacionados com a própria democratização da sociedade.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1458867 - GILMAR BARBOSA GUEDES
Externo à Instituição - JOSE MATEUS DO NASCIMENTO - IFRN
Externo à Instituição - LENINA LOPES SOARES SILVA - IFRN
Interno - 019.991.844-91 - MARIA APARECIDA DE QUEIROZ - UFRN
Presidente - 3280986 - WALTER PINHEIRO BARBOSA JUNIOR
Notícia cadastrada em: 24/08/2018 08:16
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa06-producao.info.ufrn.br.sigaa06-producao