Banca de DEFESA: DIANA MARIA LEITE LOPES SALDANHA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DIANA MARIA LEITE LOPES SALDANHA
DATA : 27/02/2018
HORA: 13:00
LOCAL: Sala de Multimeios II
TÍTULO:

O ENSINO DE LITERATURA NO CURSO DE PEDAGOGIA: UM LUGAR NECESSÁRIO ENTRE O INSTITUCIONAL, O ACADÊMICO E O FORMATIVO


PALAVRAS-CHAVES:

Ensino de Literatura. Formação humana. Formação do Pedagogo.


PÁGINAS: 248
RESUMO:

Este estudo investiga o ensino de literatura nos cursos de licenciatura em Pedagogia das universidades federais do Brasil. Toma-se como pressuposto que a literatura é fundamental para a formação humana e, portanto, deve fazer parte do currículo dos futuros professores da educação. A literatura é uma criação indispensável para a sociedade, considerando sua essencialidade no tratamento das características humanas e das diversas relações entre o homem e a linguagem, seus contextos social, político e cultural. A literatura é a manifestação universal de todos os homens sobre sua trajetória em todos os tempos, por meio da linguagem ficcional. Possibilita entender o presente, bem como registra sua transcendência imaginária. Dadas a sua natureza integralizadora e as diferentes facetas do ser humano, a literatura é crucial para o desenvolvimento das crianças, vindo daí a necessidade de sua presença na escola e, portanto, de docente qualificado para introduzi-las de maneira significativa nesse universo. O estudo alinha-se à abordagem de investigação qualitativa descritiva. Para compor o corpus da pesquisa, fez-se um levantamento das disciplinas de literatura ofertadas no curso de Pedagogia presencial, tomando os Projetos Pedagógicos dos Cursos (PPC) de Pedagogia, os Ementários, as Estruturas Curriculares, os Planos de Ensino das disciplinas Literatura e Ensino da Língua Portuguesa e ementas das disciplinas Alfabetização e Letramento, Educação Infantil, Linguagem, Leitura e Produção de Textos de 27 (vinte e sete) universidades federais, uma para cada estado da federação. Como procedimentos metodológicos, foram adotadas a revisão bibliográfica, a análise documental, a análise de conteúdo e as entrevistas não padronizadas via e-mail com professores das Instituições de Ensino Superior (IES). A análise indica que a presença da literatura na formação dos pedagogos é ainda incipiente e vulnerável aos meandros da estrutura curricular. De um corpus de 27 cursos, apenas 11 apresentam a disciplina de Literatura. É notória a preocupação de professores e coordenadores em inserir a literatura na formação inicial formal do pedagogo, dada a oferta dessa disciplina em caráter optativo em algumas IES, o que revela uma demanda existente. Esse resultado indica que é preciso destacar a importância da literatura na formação docente em Pedagogia, visto que é esse graduado o responsável por introduzir as crianças no conhecimento sistemático da linguagem e favorecer os primeiros contatos significativos com a cultura letrada e humanística. É imprescindível introduzir a presença da literatura como forma de propiciar ao docente, em formação inicial formal, uma vivência teórica e prática sobre seu ensino, cujo intuito seja de contribuir para a sua atuação como futuro mediador de leitura. Acredita-se que um professor que conhece a relevância da literatura para a formação humana e degusta o texto literário estará mais preparado para formar leitores de literatura, sobretudo aqueles que estão fazendo o rito de passagem para a cultura letrada.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 926826 - ADIR LUIZ FERREIRA
Interno - 1801922 - ALESSANDRA CARDOZO DE FREITAS
Externo à Instituição - ELISA MARIA DALLA-BONA - UFPR
Externo à Instituição - JOSÉ HÉLDER PINHEIRO ALVES - UFCG
Presidente - 350833 - MARLY AMARILHA
Externo ao Programa - 1515458 - MARTA APARECIDA GARCIA GONCALVES
Notícia cadastrada em: 26/02/2018 08:44
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa12-producao.info.ufrn.br.sigaa12-producao