Banca de DEFESA: HERCILIA MARIA FERNANDES

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : HERCILIA MARIA FERNANDES
DATA : 23/02/2018
HORA: 19:00
LOCAL: Auditório do Centro de Educação
TÍTULO:

Aprender e apreender no Jardim-Escola (Caicó, Rio Grande do Norte, 1960-1993)


PALAVRAS-CHAVES:

Jardim de Infância. Pedagogia. Saberes autorizados. Caicó, Rio Grande do Norte.


PÁGINAS: 367
RESUMO:

O Jardim de Infância do Centro Educacional do Magistério Primário de Caicó (Rio Grande do Norte) foi criado durante o governo Dinarte de Medeiros Mariz e José Augusto Varela (1956-1961). Destinado às crianças de quatro a seis anos, esse Jardim-escola iniciou as suas atividades em 4 de abril de 1960, orientado por saberes autorizados oriundos de estudos objetivos realizados com crianças e fundamentados nas pedagogias ativas. Articulado à Escola de Aplicação e à Escola Normal, dois modelos pedagógicos de formação docente contribuíram para a sua organização institucional e pedagógica: o modelo da “caixa de utensílios” e o da “ciência da biblioteca”. Com base em fontes documentais (legislação educacional, cadernos de planos de aula, fontes construídas, fontes iconográficas, revistas e manuais pedagógicos, entre outras), o trabalho doutoral se insere na temática “Jardim de Infância e Pedagogia”. Tendo por objeto de estudo os modos de ensinar e educar no Jardim-escola, o objetivo consiste em refletir a inter-relação da educação da primeira infância nessa instituição com os princípios pedagógicos ativos teorizados por Friedrich Wilhelm August Fröbel, Jean-Ovide Decroly e Maria
Tecla Artemesia Montessori, bem como as orientações da Pedagogia Nova, formuladas por John Dewey e Anísio Teixeira. O trabalho norteia-se na teoria da forma escolar, bem como no modo escolar de socialização, sistematizada pelos historiadores Guy Vincent, Bernard Lahire e Daniel Thin (2001), por permitir evidenciar as ligações entre escola e racionalização pedagógica escrita. Estruturada em seis capítulos mediante uma abordagem sociogenética, a tese conclui que os modos de ensinar e educar no Jardim-escola se articulam a uma educação científica das crianças, visando desenvolver as suas aptidões naturais e individuais necessárias à formação da personalidade e à escolarização posterior, assim como hábitos e atitudes fundamentais à convivência e à integração na vida social comunitária. Sendo assim, o Jardim de Infância do Centro Educacional se definiu como um Jardim decrolyano, em que a criança é preparada para a vida social ao passo que é instruída. 


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1801922 - ALESSANDRA CARDOZO DE FREITAS
Interno - 6347805 - DENISE MARIA DE CARVALHO LOPES
Externo à Instituição - DORGIVAL GONÇALVES FERNANDES - UFCG
Externo à Instituição - JOSE GERARDO VASCONCELOS - UFC
Externo à Instituição - MARIA ANTONIA TEIXEIRA DA COSTA - UERN
Presidente - 347267 - MARTA MARIA DE ARAUJO
Interno - 349752 - ROSALIA DE FATIMA E SILVA
Notícia cadastrada em: 20/02/2018 17:05
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa04-producao.info.ufrn.br.sigaa04-producao