Banca de DEFESA: ANA LÚCIA FERREIRA DE QUEIROGA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANA LÚCIA FERREIRA DE QUEIROGA
DATA : 27/07/2017
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório do Bloco de Aulas do CE
TÍTULO:

SOBRE O PROCESSO DE CONSTRUÇÃO DE UM “INÉDITO VIÁVEL”: Sentidos do Currículo Integrado – IFPB – Campus de João Pessoa (2004 – 2014)


PALAVRAS-CHAVES:

Currículo Integrado do IFPB. Trabalho docente. Integração curricular. Cultura docente.


PÁGINAS: 190
RESUMO:

Tendo como objetivo investigar a implementação do Currículo Integrado no IFPB – Campus de João Pessoa, no período de 2004-2014, esta tese norteia-se pela seguinte questão de pesquisa: o que impede a implementação do Currículo Integrado no IFPB? Em busca dessa resposta, empreendeu-se o percurso investigativo, partindo-se da pressuposição da existência de variados fatores que obstaculizam essa implementação nos cursos técnicos. Com tal direcionamento, consolidou-se a pretensão de, precipuamente, compreender a relação entre os sentidos atribuídos ao Currículo Integrado pelos professores do IFPB, e a pluralidade de fatores implicados no processo de sua implementação, visando identificar quais seriam os indicadores de bloqueios e os de mudanças. Para explicitar a natureza dessa relação, utilizou-se a metodologia da entrevista compreensiva, elegendo-se − como princípios teórico-metodológicos −, a multirreferencialidade, a configuração/interdependência, o sentido social, a relação identidade/alteridade e a implicação. Decidiu-se pela aplicação dessa metodologia considerando-se o fato de que a entrevista compreensiva possibilitaria, por intermédio das falas dos professores e de suas intersubjetividades, a adequada interpretação dos sentidos revelados por suas ações. Os resultados apresentados derivaram, a partir das falas dos professores, a seguinte constatação: o IFPB, embora tenha desenvolvido um conjunto de atividades pedagógicas que objetivaram a Integração Curricular, teve de lidar com os inúmeros impedimentos à implementação dessa modalidade curricular, a exemplo da falta de clareza do conceito de integração curricular e de continuidade de sistematização desse processo, da estrutura organizacional e pedagógica do Instituto, da cultura docente, da formação de professores, entre outros fatores, que também se constituíram empecilhos, o que justamente referenda a tese que ora se apresenta. Tudo isso, enfim, fortalece a crença de que esta pesquisa poderá contribuir com novas formas de promover a Integração Curricular no âmbito dos Institutos Federais. 


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 926826 - ADIR LUIZ FERREIRA
Interno - 4197701 - ERIKA DOS REIS GUSMAO ANDRADE
Externo à Instituição - JOABSON NOGUEIRA DE CARVALHO - IFPB
Interno - 1149344 - MARCIA MARIA GURGEL RIBEIRO
Externo à Instituição - MARCIO ADRIANO DE AZEVEDO - IFRN
Externo à Instituição - RITA DE CASSIA CAVALCANTI PORTO - UFPB
Presidente - 349752 - ROSALIA DE FATIMA E SILVA
Notícia cadastrada em: 18/07/2017 11:47
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa03-producao.info.ufrn.br.sigaa03-producao