Banca de DEFESA: GILSON LOPES DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : GILSON LOPES DA SILVA
DATA : 23/02/2017
HORA: 14:30
LOCAL: Multimeios II – Centro de Educação
TÍTULO:

HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO PRIMÁRIA NA ATENAS NORTE-RIO-GRANDENSE: DAS ESCOLAS DE PRIMEIRAS LETRAS AO GRUPO ESCOLAR TENENTE CORONEL JOSÉ CORREIA (1829-1929)


PALAVRAS-CHAVES:

Educação Primária. Escolas de primeiras letras. Grupo Escolar Tenente Coronel José Correia. Assú. Atenas Norte-Rio-grandense.


PÁGINAS: 178
RESUMO:

O objetivo desta dissertação é analisar a importância da Educação Primária para a construção da identidade da cidade do Assú (RN) como Atenas Norte-rio-grandense. Dentro dessa proposta de trabalho, consideramos o movimento de interação que se estabelece entre as práticas culturais e literárias desenvolvidas na cidade e o processo de escolarização. No período estudado (1829-1929) destacamos a implantação das escolas de primeiras letras, durante o regime imperial, e do Grupo Escolar Tenente Coronel José Correia, no governo republicano, espaços de escolarização que remetem ao objeto de nossa pesquisa: a Educação Primária. Utilizamos como fontes jornais da época, documentos referentes às instituições educativas e obras de memorialistas como Francisco Amorim e Pedro Amorim que retratam o contexto socioeconômico, cultural, literário e educacional da cidade do Assú. Como procedimento metodológico, recorremos à investigação documental e bibliográfica no sentido de fundamentar a reconstituição do percurso histórico de nosso objeto de estudo. A orientação teórico metodológica ancora-se nas reflexões de Frago (1993), Magalhães (2004) e Saviani (2013). Esses teóricos desenvolveram respectivamente pesquisas sobre a história da alfabetização, a história das instituições educativas e a história das ideias pedagógicas, temas que apresentam uma relação direta com o nosso trabalho e que contribuíram com a própria forma como direcionamos as investigações sobre o objeto. A cidade do Assú, inicialmente chamada de Vila Nova da Princesa, está localizada no interior do Estado do Rio Grande do Norte e se desenvolveu a partir da colonização portuguesa na região. Além dos hábitos comportamentais, esses colonizadores também deixaram como herança as bases para um importante desenvolvimento cultural e literário que se evidencia na cidade a partir da segunda metade do século XIX através da circulação de jornais, da produção de poesias e textos diversos e do teatro, práticas que fizeram com que a cidade recebesse a cognominação de Atenas Norte-Rio-grandense. Aliado a isso, a economia local também se expande com a produção do algodão e a extração da cera de carnaúba. No campo educacional, é implantada na cidade uma escola de primeiras letras masculina em 1829, por influência da Lei de 15 de outubro de 1827 durante os primeiros anos do regime imperial. Contando apenas com esse modelo de Educação Primária até as primeiras décadas do século XX, ele vai se mostrar significativo no processo de instrução elementar dos filhos da elite local que participam da vida cultural e literária da cidade. Com a instituição do governo republicano em 1890, surge um novo modelo de Educação Primária no país com a implantação dos grupos escolares. Esse novo modelo vai ser instalado no Assú através do Decreto n° 254 que autoriza a criação do Grupo Escolar Tenente Coronel José Correia, inaugurado no dia 07 de setembro de 1911. Espaço que expressa uma forma moderna e inovadora de escolarização da Educação Primária, essa instituição também vai participar ativamente da vida cultural e literária da cidade do Assú através da atuação de alguns professores e dos próprios alunos com a produção de práticas que circulam no espaço interno e externo da instituição.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1149638 - ANTONIO BASILIO NOVAES THOMAZ DE MENEZES
Externo à Instituição - JOSE MATEUS DO NASCIMENTO - IFRN
Externo ao Programa - 2527711 - OLIVIA MORAIS DE MEDEIROS NETA
Externo à Instituição - RITA DIANA DE FREITAS GURGEL - UFERSA
Notícia cadastrada em: 07/02/2017 15:53
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa10-producao.info.ufrn.br.sigaa10-producao