Banca de DEFESA: ERIVÂNIA MELO DE MORAIS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ERIVÂNIA MELO DE MORAIS
DATA : 22/02/2017
HORA: 14:00
LOCAL: Sala de Multimeios I – Centro de Educação
TÍTULO:

REPRESENTAÇÃO SOCIAL E DOCÊNCIA: UM ESTUDO SOBRE A FORMAÇÃO DOS LICENCIANDOS DA UFRN A PARTIR DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO A DOCÊNCIA (PIBID)


PALAVRAS-CHAVES:

Formação docente. Docência. Representações sociais. PIBID.


PÁGINAS: 215
RESUMO:

Os estudos em formação docente têm encontrado na teoria das representações sociais um olhar que permite amplas reflexões acerca das diversas dimensões que norteiam a Educação em suas especificidades. Nesse sentido, esta pesquisa buscou verificar a representação social dos licenciandos participantes do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação a Docência – PIBID/UFRN acerca da docência. Para tanto, pautamos nosso olhar sob dois pilares: o primeiro, à luz das Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior e para a formação continuada de 2015, que considera a docência como ação educativa; e, o segundo, sob o prisma da docência como ação social. Nesse sentido, apontamos as representações sociais dos licenciandos participantes do PIBID, destacando os elementos centrais, intermediários e periféricos; e verificamos a interferência do programa na formação desses estudantes, refletindo sobre os impactos dessa formação para a profissão docente. Para realizarmos a pesquisa apresentada, utilizamos por lastro três pressupostos teóricos: formação docente, políticas públicas para a educação e representações sociais. Tais pressupostos estão ancorados nos estudos de Nóvoa (1995, 1999, 2009), Perrenoud (1997, 2000, 2002), Freire (1996), Ramalho; Nuñez e Gauthier (2004), Tardif (2005), Tardif e Lessard (2013); Moscovici (1978), Jodelet (2001), Jovchelovitch (1994), Sá (1998), Minayo (1994), Abric (1998), entre outros, que nos permitiram uma pertinente reflexão. Para análise documental nos fundamentamos na legislação contemplada pela LDB/1996, PNE (2014/2024), Decreto e Portaria de regulação do PIBID e o Projeto institucional – PIBID/UFRN. Na dimensão empírica, utilizamos, para a coleta de dados, a Técnica de Associação Livre de Palavras – TALP, o questionário socioeconômico e a entrevista semiestruturada. No tocante a análise e interpretação dos dados, adotamos para tratamento quantitativo os softwares EVOC e Excel e para tratamento qualitativo, a Análise de Conteúdo (BARDIN, 2010). Os resultados evidenciaram os sentidos atribuídos à docência, entendida, pelos sujeitos da pesquisa, como um elemento complexo perpassado por cinco campos semânticos: a docência como vocação, como formação, como profissão, como meta e como saber/fazer. Esses campos semânticos indicam um sentido multifacetado da docência e evidenciam uma representação social em processo contínuo de construção, guiados pelas transformações sociais que estão em constante movimento.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ANDREZZA MARIA BATISTA DO NASCIMENTO TAVARES - IFRN
Externo à Instituição - JOSE MATEUS DO NASCIMENTO - IFRN
Interno - 1723874 - LUCRECIO ARAUJO DE SA JUNIOR
Interno - 1149636 - MOISES DOMINGOS SOBRINHO
Notícia cadastrada em: 06/02/2017 14:31
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa01-producao.info.ufrn.br.sigaa01-producao