Banca de DEFESA: FRANC-LANE SOUSA CARVALHO DO NASCIMENTO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FRANC-LANE SOUSA CARVALHO DO NASCIMENTO
DATA: 17/07/2015
HORA: 14:00
LOCAL: Auditoria do CE
TÍTULO:

As dimensões pedagógica, didática, tecnológica e científica que impactam e subsidiam na formação e no desenvolvimento profissional dos professores do século XXI no Brasil e em Portugal.


PALAVRAS-CHAVES:

Pedagogia. Mestrado. Pedagógica. Didática. Tecnológica. Científica.


PÁGINAS: 341
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
SUBÁREA: Tópicos Específicos de Educação
RESUMO:

NASCIMENTO, Franc-Lane Sousa Carvalho do Nascimento. As dimensões pedagógica, didática, tecnológica e científica que impactam e subsidiam na formação e no desenvolvimento profissional dos professores do século XXI no Brasil e em Portugal. 2015.Tese - PPGEd. Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN.
No presente trabalho, intitulado: “As dimensões pedagógica, didática, tecnológica e científica que impactam e subsidiam na formação e no desenvolvimento profissional dos professores do século XXI no Brasil e em Portugal” discutimos em que perspectiva esses cursos estão formando e contribuindo com o desenvolvimento profissional docente, para vivenciar, de modo equilibrado, as referidas dimensões, como forma de qualificar a prática pedagógica no contexto do século XXI. Este estudo tem como objeto a formação inicial de professores. Delimitamos o seguinte problema de pesquisa: Quais as percepções, fatores divergentes e convergentes entre esses cursos que formam os professores e sua contribuição no desenvolvimento profissional e na construção das dimensões pedagógica, didática, tecnológica e científica no Brasil e em Portugal? Especificamos como objetivo geral: Estudar, em uma perspectiva comparativa, os cursos de formação inicial de professores do Brasil e de Portugal, tendo em vista o desenvolvimento profissional e a importância das dimensões pedagógica, didática, tecnológica e científica. Os procedimentos teóricos e metodológicos norteiam-se na pesquisa qualitativa/quantitativa. Como instrumentos e técnicas de pesquisa utilizamos: observação, questionário e a entrevista semiestruturada. Fundamentamo-nos em autores, tais como: Freire (1996); García (1999); Ramalho, Nuñez e Gauthier (2004); Houssaye (2004); Pintassilgo e Oliveira (2013); Shulman (2005); Saviani (2008); Nóvoa (1997); entre outros. Realizamos um estudo do tipo comparativo, com apoio dos documentos oficiais, Leis, Decretos, Pareceres e literatura especializada sobre formação de professores. Procedemos à análise seguida de momentos de reflexões, que propiciaram melhor compreensão das duas realidades. Assim, defendemos como tese de trabalho, que o Curso de Pedagogia no Brasil e os Mestrados Profissionais em Portugal, como modelos formativos de professores, devem ter como base de conhecimento as dimensões pedagógica, didática, tecnológica e científica, concebidas como referências orientadoras das práticas educativas dos professores da Educação Infantil e dos anos iniciais do Ensino Fundamental, promovendo o desenvolvimento profissional docente e avanços qualitativos para a Educação Básica. Os resultados da pesquisa apontaram diferenças e semelhanças entre os cursos de formação de professor, no Brasil e em Portugal. Na formação inicial em Portugal há o predomínio das dimensões pedagógica e científica, em detrimento da didática e tecnológica. Inclusive, os professores consideram oportuno uma reestruturação do currículo para aprimorar a utilização das TICs. No Brasil, há maior relevância nas dimensões pedagógica e didática, desfavorecendo a tecnológica e científica. Os professores e os alunos especificam a necessidade de melhor sistematização do currículo para que sejam vivenciadas essas quatro dimensões. Portanto, nas duas realidades estudadas, as dimensões não estão sendo trabalhadas de forma equilibrada, o que dificulta o direcionamento de uma formação que favoreça, no desenvolvimento profissional docente. No entanto, nos últimos anos, houve a expansão das funções, da área de atuação; melhoria na oferta de disciplinas; acréscimo da carga horária das atividades e reformulação da matriz curricular. Sugerimos que a UEMA e a ESELx repensem a atual formação inicial, superem o distanciamento entre teoria-prática e reestruturem o currículo, atualizando as dimensões pedagógica, didática, tecnológica e científica, fundamentais para a formação do professor, que ensina e educa na escola do século XXI.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 926826 - ADIR LUIZ FERREIRA
Externo à Instituição - ADRIANA VALERIA SANTOS DINIZ - UFPB
Presidente - 333491 - BETANIA LEITE RAMALHO
Interno - 2298026 - ISAURO BELTRAN NUNEZ
Externo à Instituição - NADIA HAGE FIALHO - UNEB
Notícia cadastrada em: 10/07/2015 15:17
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa01-producao.info.ufrn.br.sigaa01-producao