Banca de DEFESA: JOSELIDIA DE OLIVEIRA MARINHO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOSELIDIA DE OLIVEIRA MARINHO
DATA: 31/07/2014
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório - CE/UFRN
TÍTULO:

INICIAÇÃO DOCENTE NA EDUCAÇÃO INFANTIL: cenários de uma cultura
profissional


PALAVRAS-CHAVES:

Socialização do professor principiante. Docência na Educação Infantil.
Cultura profissional docente.


PÁGINAS: 117
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
RESUMO:

Esse escrito focaliza a socialização inicial docente na Educação Infantil a partir do
reconhecimento daquela como uma fase de um ciclo de vida profissional que se distingue das
demais etapas da carreira dos professores. Fundamenta-se nos estudos de cunho sociológico e
antropológico, com a compreensão de que a realidade profissional é construída igualmente
por práticas cotidianas de interações sociais no meio ambiente de trabalho. Objetivou-se
compreender como ocorre o processo inicial de construção da cultura profissional das
professoras principiantes na educação infantil, sob um olhar voltado para os aspectos
organizacionais e dinâmicos da atividade docente (acontecimentos, interações, práticas,
saberes, tensões e dilemas). Esta investigação, assumindo as orientações de uma abordagem
de tipo etnográfico, foi desenvolvida num Centro Municipal de Educação Infantil da rede
municipal de Natal-RN, com creche e pré-escola. Os sujeitos participantes são quatro
professoras que têm menos de cinco anos de carreira na Educação Infantil. Utilizou-se a
observação participante e a entrevista semiestruturada na construção dos dados, aos quais
interpretamos por meio da análise de conteúdo e triangulação de fontes. Delineamos três
dimensões para os cenários da cultura profissional: o perfil pessoal e formativo dos sujeitos, o
cotidiano escolar e a gestão do trabalho docente. O caráter multiforme dos achados evidencia
que a cultura profissional das professoras principiantes tem se constituído a partir da
confrontação com as diversas situações de imprevisibilidade em suas emoções, rotinas e
dificuldades, pedagógicas e administrativas, simultaneamente aos dilemas do cuidar e do
educar a criança. O sentimento de solidão tem sido gerado a partir da organização
institucional e escolar, a qual não lhes oferece condições materiais e pedagógicas para a
colaboração e discussão entre os pares. Enfim, entende-se que a docência na Educação
Infantil deve estar baseada numa rede de relações alargadas, sendo imprescindível aos
principiantes o apoio e a orientação em relação às dúvidas, anseios e expectativas, como meio
de socialização e ressignificação de sua prática docente.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 926826 - ADIR LUIZ FERREIRA
Externo à Instituição - ANDREZZA MARIA BATISTA DO NASCIMENTO TAVARES - IFRN
Interno - 4197701 - ERIKA DOS REIS GUSMAO ANDRADE
Externo ao Programa - 2453560 - MARIA CRISTINA LEANDRO DE PAIVA
Externo à Instituição - MÁRCIA DE SOUZA HOBOLD - UNIVILLE
Notícia cadastrada em: 15/07/2014 09:05
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa14-producao.info.ufrn.br.sigaa14-producao