Banca de DEFESA: PATRICIA FORTES DE ALMEIDA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: PATRICIA FORTES DE ALMEIDA
DATA: 24/02/2014
HORA: 08:30
LOCAL: AUDITÓRIO DO CENTRO DE EDUCAÇÃO/UFRN
TÍTULO:

CURRÍCULO EM “MOVIMENTOS”

A CONSTITUIÇÃO DO SABER ESCOLAR PELOS ÍNDIOS PANKARÁ DA SERRA DO ARAPUÁ – PE


PALAVRAS-CHAVES:

Educação escolar indígena. Currículo escolar. Cultura e saber escolar.


PÁGINAS: 199
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
RESUMO:

Esta pesquisa teve como objetivo compreender os sentidos que são atribuídos pelos professores indígenas pankará ao processo de constituição do saber escolar. Para isso, partimos do pressuposto de que a constituição deste saber escolar se configura dentro de umamultiplicidade de sentidos. Ele se constitui em processos que englobam relações de interdependências, parcerias, conflitos e confrontações, envolvendo diferentes instituições. Neste processo, os professores pankará se encontram implicados, influenciam e são influenciados, estabelecendo circuitos de relações. Dessa maneira, práticas de significação e redes de saberes são instituídaspelos Pankará em aliança com os negros da Tiririca e junto às várias instituições com queminteragem, com o fim de criar e transformar saberes, atribuir sentidos e construir o currículo escolar. Sendo assim, é enquanto prática de significação que concebemos o currículo escolar, pois também é por meio dele que se constitui o saberensinado na escola pankará. A pesquisa foi realizada através da metodologia da Entrevista Compreensiva, numa abordagem multirreferencial, pois recorremos a um arcabouço teórico, diversificado, que nos ajuda a tecer um olhar mais plural no desenvolvimento do objeto de estudo. Para isso, nosso procedimento de coleta de dados foi o grupo focal e entrevistas individuais e nossa principal referência de análise as falas dos professores pankará e tiririqueiros. Na análise e interpretação dos dados, situamos a retomada da educação escolar pankará como ponto de partida mobilizador para compreendermos as configurações e processos desencadeados em torno das discussões e elaboração do currículo escolar, de maneira que, nesta construção curricular, o currículo escolar é concebido de várias formas, aspecto que influencia, significativamente, na multiplicidade de sentidos que são atribuídos à constituição do saber escolar. Por fim, abordamos aspectos que se destacaram no discurso dos professores pankará acerca dos sentidos atribuídos à constituição do saber escolar. O principal deles está relacionado à introdução da cultura “do povo” dentro da escola. Consideramos este aspecto uma importante chave interpretativa, pois é a partir dele que são desencadeadas mudanças e transformações na escola, o que também altera e influência aprópria constituição do saber escolar. Além disso, também abordamos outra dimensão deste processo, que seriam asmudanças e transformações provocadas na própria dinâmica cultural do povo, tendo em vista o papel disciplinarizador que a escola exerce no âmbito comunitário e sobre esta cultura que nela é introduzida.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1149390 - JOAO MARIA VALENCA DE ANDRADE
Interno - 1755707 - KARYNE DIAS COUTINHO
Presidente - 349752 - ROSALIA DE FATIMA E SILVA
Notícia cadastrada em: 31/01/2014 11:12
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa10-producao.info.ufrn.br.sigaa10-producao