Banca de DEFESA: ANDRIA CARLA ARAUJO DA SILVA - (Retificação)

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: ANDRIA CARLA ARAUJO DA SILVA

DATA: 24/02/2011

HORA: 09:00

LOCAL: Auditório do Departamento de Geografia

TÍTULO:

A construção e estruturação do território comercial no bairro Alecrim


PALAVRAS-CHAVES:

Alecrim. Território usado. Comércio. Formalidade. Informalidade.


PÁGINAS: 125

GRANDE ÁREA: Ciências Humanas

ÁREA: Geografia

RESUMO:

O estudo realizado objetiva a compreensão dos espaços territoriais construídos através da perspectiva comercial, tendo em vista que é um tipo de prática social que viabiliza a dinâmica do espaço e o surgimento de territórios. Em relação ao território, enfatizamos nosso interesse pela idéia de território usado trabalhada por Milton Santos, pois corroboramos com este autor à medida que cremos que é o uso do território que garante a legitimidade do mesmo. Para tanto, o recorte espacial escolhido concentra-se num bairro da cidade de Natal-RN, o Alecrim, localizado na zona leste da capital, onde este é reconhecido pela sua forte dinâmica comercial que foi construída ao longo dos anos, mediante alguns eventos que se deram no contexto da capital natalense. Porém, esta dinamicidade conta com uma forte dicotomia que abarca tanto as atividades consideradas formais, frente ao Estado, como também a forte presença das atividades informais. Quanto ao comércio do bairro, este possui características nas suas atividades que o classifica como popular, tanto pelos produtos existentes, como também, pela forte presença de trabalhadores informais que constituem a paisagem urbana do bairro.  A prática dos trabalhadores informais expressa uma das diversas territorialidades alternativas construídas. Acreditamos que este fato possui uma ligação direta com o processo de crescimento da exclusão do mercado formal de trabalho. Ainda quanto ao recorte espacial escolhido, este exemplo real do bairro do Alecrim na cidade de Natal-RN, nos esclarece como as mudanças técnicas, juntamente com o processo do capitalismo podem influenciar toda uma dinâmica espacial, ao longo dos anos, envolvendo diversos agentes, desde os transeuntes de um local, até o Estado. Cabe à Geografia compreender as diversas formas assumidas pelo espaço, mediante as relações que se dão neste, e como novos territórios têm sido construídos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 057.431.094-00 - JOSE LACERDA ALVES FELIPE - UFRN
Interno - 1149350 - ANELINO FRANCISCO DA SILVA
Externo à Instituição - NILSON CORTEZ CROCIA DE BARROS - UFPE
Notícia cadastrada em: 15/02/2011 11:20
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao