Banca de QUALIFICAÇÃO: RAIMUNDO EDSON PINTO BOTELHO - (Retificação)

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: RAIMUNDO EDSON PINTO BOTELHO

DATA: 03/09/2009

HORA: 00:00

LOCAL: Auditório do Departamento de Geografia

TÍTULO:

O circuito espacial de produção da soja no Maranhão no período técnico-científico-informacional


PALAVRAS-CHAVES:

Circuito espacial. Círculos de Cooperação. Soja.


PÁGINAS: 100

GRANDE ÁREA: Ciências Humanas

ÁREA: Geografia

RESUMO:

O estudo em tela tem como objetivo a compreensão do circuito espacial de
produção e os círculos de cooperação da soja que se desenvolvem no Maranhão no
período técnico-científico-informacional. Caracterizados pelos fluxos materiais e
imateriais se desenvolvem no Maranhão, a partir do momento em que houve um
processo de integração do território maranhense enquanto espaço periférico da
dinâmica capitalista, que se deu através das políticas de integração regional criadas
pelo Estado, mas também quando houve um processo de modernização seletiva,
parcial e conservadora da agricultura, que possibilitou o aumento significativo da
produção e reprodução do capital. O estudo mostra que com o advento da soja,
houve uma concentração das técnicas de produção, principalmente na região
agrícola de Balsas, devido à maior oferta de terras, tempo de implantação da cultura,
técnica acumulada na produção, enquanto que na região agrícola de Chapadinha,
esses índices ainda são inexpressivos. Além disso, a intensificação do crédito rural,
as políticas fundiárias e incentivos fiscais são elementos que têm propiciado
aumento da produção da soja. O desenvolvimento do circuito espacial e círculos de
cooperação da soja, de um lado, criam novas forças políticas no Maranhão que
podem resultar na criação de um novo estado, do outro, são responsáveis, pela
eliminação de parte da agricultura de subsistência, produzindo problemas sociais
como, concentração fundiária e desemprego. O estudo evidencia ainda que a
apropriação do lugar por um pequeno número de empresas tem gerado, além de
intensa concentração de renda, uma alienação do território, tendo em vista que este
é usado para uma finalidade estranha ao lugar e não para os anseios da população
local.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2177362 - ALDO ALOISIO DANTAS DA SILVA
Interno - 039.734.418-04 - MARIA ADÉLIA APARECIDA DE SOUZA
Externo ao Programa - 1486670 - CELSO DONIZETE LOCATEL
Notícia cadastrada em: 25/08/2010 13:36
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa12-producao.info.ufrn.br.sigaa12-producao