Banca de DEFESA: MARIA JIN-LEINE DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARIA JIN-LEINE DA SILVA
DATA: 22/06/2015
HORA: 10:00
LOCAL: Auditório C do CCHLA
TÍTULO:

Uso e ocupação do solo e a transformação da paisagem na faixa litorânea Via Costeira, município de Natal/RN.


PALAVRAS-CHAVES:

Uso. Ocupação. Impacto ambiental. Via Costeira.


PÁGINAS: 135
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Geografia
RESUMO:

A zona costeira do município de Natal, em face de sua localização e potencialidades naturais, tem sido o local onde presenciamos grandes transformações no quadro natural, em detrimento das variadas formas de uso e ocupação antrópica. No litoral compreendida de praia da Via Costeira o processo de uso e ocupação do solo se estruturou ao final da década de 1970 e início dos anos de 1980, resultado de uma política governamental de cunho desenvolvimentista, pautado na implantação dos megaempreendimentos turísticos através do Projeto Parque das Dunas/Via Costeira. Tal projeto teve a finalidade de instalar na cidade de Natal, capital do Estado, equipamentos de infraestrutura neste trecho do litoral constituído por campos de dunas e um mosaico de ecossistemas de alta relevância ambiental e fragilidade natural, que se apresentava em um semi-isolamento no contexto urbano da cidade, para o desenvolvimento das atividades turísticas, esta considerada como solução econômica viável capaz de corrigir os graves problemas socioeconômicos que perduravam no local. Partindo dessas premissas, esta pesquisa teve como objetivo estudar as formas de uso e ocupação do solo e as transformações na paisagem da faixa litorânea Via Costeira, município de Natal/RN. Estas transformações ocorrem muitas vezes sem levar em consideração a complexidade e fragilidade natural dos ecossistemas envolvidos. A análise geoambiental foi realizada com base na teoria geossistêmica, deste modo, foi possível analisar as intervenções humanas nas geofácies da área de forma holística. Os procedimentos práticos foram contemplados com pesquisas bibliográficas, seguida do trabalho de campo onde foi feito o reconhecimento e caracterização geral da área, com o propósito de averiguar e analisar os principais tipos de uso e ocupação do solo que ocorrem na área desde o início das construções, tendo como apoio para isso os instrumentos legislativos que tratam da proteção e conservação dos recursos naturais costeiros. A pesquisa também contempla a identificação e avaliação dos principais tipos de impactos negativos ocasionados em função das diversificadas formas de uso que geram conflitos ambientais e sociais nesta porção costeira. Para tanto, foi realizada a análise espacial multitemporal a partir de ortofotos, fotografias aéreas e as obtidas no trabalho de campo e imagens de satélite. As informações extraídas desses instrumentos foram utilizadas na confecção dos mapas de uso e ocupação do solo, da espacialização dos impactos e os demais mapas temáticos. Trabalhamos com a hipótese de que a implantação dos megaempreendimento na Via Costeira e as diversas formas de uso intensificadas pelas ações humanas, não considerou os aspectos naturais e as restrições de uso nesta área, estes seriam os principais fatores que geram a supressão e degradação deste ambiente e consequentemente a transformação da paisagem natural.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2177287 - ZULEIDE MARIA CARVALHO LIMA
Externo ao Programa - 2218779 - HELENICE VITAL
Externo ao Programa - 2506087 - MARCO TULIO MENDONCA DINIZ
Externo à Instituição - FÁBIO PERDIGÃO VASCONCELOS - UECE
Notícia cadastrada em: 18/06/2015 10:44
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa09-producao.info.ufrn.br.sigaa09-producao