Banca de DEFESA: ALINE FREITAS CHACON

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ALINE FREITAS CHACON
DATA: 23/12/2013
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório do Departamento de Geografia
TÍTULO:

Monitoramento da Dinâmica Costeira da praia de Ponta Negra, Natal/RN.


PALAVRAS-CHAVES:

Monitoramento; Perfis praiais; Ponta Negra; Sedimentologia; Hidrodinâmica.


PÁGINAS: 115
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Geografia
RESUMO:

Esta dissertação contempla o monitoramento da dinâmica ambiental costeira em três pontos (01, 02, e 03), distintos da praia de Ponta Negra, situada no Litoral Sul de Natal, capital do Rio Grande do Norte, no período de junho de 2012 a maio de 2013. Para tanto, foram levantadas as seguintes hipóteses: Quais os agentes (morfodinâmicos e/ou antropogênicos) responsáveis pelas mudanças ocorridas na área de estudo? E ainda, como se configura o estado morfodinâmico da praia, dissipativo, refletivo ou intermediário? Diante destes questionamentos, estudos sobre o ambiente praial tem sua relevância, pois podem esclarecer os riscos e responsabilidades da intervenção antropogênica e ainda auxiliar gestores, em ações mais direcionadas no que tange à proteção dos sistemas praiais, visto que uma vez comprometido, é muito difícil recuperar o quadro ambiental da área, sendo sobremaneira mais viável a elaboração de planos multidisciplinares de trabalhos que possam orientar possíveis ações humanas na busca de um entendimento para o convívio harmonioso entre a sociedade e o sistema praial. Tendo como principal objetivo o entendimento dos processos da dinâmica costeira, os procedimentos metodológicos que deram suporte a execução dessa pesquisa foram fundamentados em literaturas correlatas ao objeto de estudo, associados à coleta de dados decorrentes dos perfis praiais realizados mensalmente nas marés de sizígia (Lua cheia), dados da hidrodinâmica e dados estatísticos de quantificação (%) e classificação granulométrica dos sedimentos após análises sedimentológicas laboratoriais. Os resultados obtidos a partir de quadros comparativos anual dos perfis praiais, associados à análise sedimentológica, indicaram um balanço sedimentar positivo, tendendo ao equilíbrio para o Ponto 01 e negativo.para o Ponto 02. Já para o Ponto 03 foram adicionados dados referentes à hidrodinâmica, os quais possibilitaram, também diante de um quadro comparativo, a percepção de uma dinâmica deposicional, com tendência à redução do acúmulo de material ao final do ciclo anual. Esses dados possibilitaram também, para o Ponto 03, o cálculo do volume de material transportado pela corrente de deriva litorânea que girou em torno de 220 m3/h, além do parâmetro de Dean que estabeleceu um estado morfológico da praia com predominâncias dissipativa específico para o Ponto 03. Assim, diante dos resultados expostos por este trabalho de monitoramento pontual da dinâmica costeira espera-se que gestores e autoridades públicas competentes possam articular planos multidisciplinares de trabalhos, objetivando sempre ações que busquem entendimento e comprometimento efetivo para a recuperação do convívio harmonioso entre a sociedade e o ambiente praial de Ponta Negra.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - FÁBIO PERDIGÃO VASCONCELOS - UECE
Externo ao Programa - 655.562.244-04 - WERNER FARKATT TABOSA - UFRN
Presidente - 2177287 - ZULEIDE MARIA CARVALHO LIMA
Notícia cadastrada em: 12/12/2013 17:32
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa14-producao.info.ufrn.br.sigaa14-producao