Banca de QUALIFICAÇÃO: LUCIANA DE ANDRADE MENDES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LUCIANA DE ANDRADE MENDES
DATA : 11/12/2019
HORA: 14:00
LOCAL: A DEFINIR
TÍTULO:

EVIDÊNCIA CIENTÍFICA E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DE NEUROPRÓTESE MOTORA PARA ESTIMULAÇÃO ELÉTRICA FUNCIONAL DO NERVO FIBULAR


PALAVRAS-CHAVES:

Acidente vascular cerebral; marcha; terapia por estimulação elétrica; revisão sistemática.


PÁGINAS: 201
RESUMO:
Neuropróteses motoras (MN) para a queda plantar vem ganhando cada vez mais espaço como dispositivos assitivos alternativos para pacientes com queda plantar oriunda de lesão do neurônio motor superior. Particularmente por possibilitar, além do efeito ortótico, benefícios em longo prazo aos usuários como melhora do padrão de marcha mesmo quando não se está usando o dispositivo, como efeito de tratamento ou de aprendizagem. Entretanto no Brasil há baixa disponibilidade comercial destes dispositivos, sendo quase todos os equipamentos importados e de elevado custo, tornando praticamente inacessível à sua utilização pela população brasileira. Levando em consideração este contexto, objetiva-se avaliar neste doutorado inovações tecnológicas no âmbito da Inovação Tecnológica, Reabilitação e Avaliação de Tecnologias em Saúde (ATS) aplicada a uma das principais patologias que acometem o neurônio motor superior, o Acidente Vascular Encefálico, buscando evidenciar a eficácia, a eficiência e a efetividade de MN na melhora de atividades e participação de indivíduos com o referido diagnóstico por meio de protocolo e revisão sistemática acerca desta temática. Adicionalmente pretende-se desenvolver um protótipo de neuroprótese motora para a queda plantar inovadora e que seja compatível com geração de patente para possível aplicação industrial e comercial no mercado brasileiro. Esta pesquisa encontra-se em fase de desenvolvimento e envolve o Laboratório de Desempenho Pneumocardiovascular e Músculos Respiratórios e o Laboratório de Neuroengenharia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN. A metodologia adotada foi composta por dois itens integrados: (i) revisão sistemática com metanálise; (ii) desenvolvimento de dispositivo de neuroprótese. Os resultados compreenderam um artigo, protocolo de revisão sistemática, publicado na Cochrane Database of Systematic Reviews, volume 3, ano 2018, DOI: 10.1002/14651858.CD012991, intitulado “Motor neuroprosthesis for promoting recovery of function after stroke”; artigo de revisão sistemática submetida ao Stroke Group da Cochrane; e resultados preliminares do dispositivo de neuroprótese incluindo a captura dos sinais brutos dos sensores acoplados na coxa, perna e pé. Portanto, o presente estudo vem atendendo às demandas preestabelecidas pelo programa RENORBIO em termos de cumprimento de prazos e critérios para qualificação, propiciando até este momento a produção de evidência científica qualificada acerca da temática abrangente que compreende toda a categoria de neuroprótese motora para pacientes com AVE, segundo aspectos da ATS em parceria com a Colaboração Cochrane, bem como o desenvolvimento de parte de protótipo tecnológico inovador com potencial de aplicação e capilarização pelo sistema de saúde brasileiro. 

MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - EDGARD MORYA - IINN
Presidente - 1764910 - GEORGE CARLOS DO NASCIMENTO
Externa ao Programa - 2319151 - TATIANA SOUZA RIBEIRO
Notícia cadastrada em: 27/11/2019 09:43
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa26-producao.info.ufrn.br.sigaa26-producao