CCHLA - PPGAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ANTROPOLOGIA SOCIAL DIREÇÃO DO CCHLA Telefone/Ramal: (84) 3342-2240 https://posgraduacao.ufrn.br/ppgas

Banca de DEFESA: JOSÉ ROLFRAN DE SOUZA TAVARES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JOSÉ ROLFRAN DE SOUZA TAVARES
DATA : 05/07/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Sala Virtual UFRN
TÍTULO:

TERRITORIO, MATERNAGEM E EXTERMÍNIO DA JUVENTUDE NEGRA.

UMA ETNOGRAFIA NAS PERIFERIAS AO OESTE DE PARNAMIRIM/RN


PALAVRAS-CHAVES:

Território; Maternagem; Extermínio da Juventude Negra.


PÁGINAS: 124
RESUMO:

Nos últimos anos, o Rio Grande do Norte esteve entre os estados brasileiros com maior taxa de homicídios contra jovens, sendo as pessoas assassinadas majoritariamente homens, negros e pobres. Tendo ciência disso e considerando que geralmente são as mulheres, responsáveis pelos cuidados a esses sujeitos, as que cotidianamente buscam formas de os salvaguardar do risco de morte, esta pesquisa procurou compreender quais as percepções de segurança pública e as estratégias de manutenção da vida de jovens negros que “mães” que já tinham perdido um “filho” adotam para que outros tutelados com o mesmo perfil não morram. Para realizar esta dissertação foi feita uma etnografia da relação de maternagem de seis mulheres que moram em uma região da cidade de Parnamirim-RN onde vem ocorrendo problemas de violência urbana desde o final da década de 90. Essa empreitada foi feita através de dois movimentos, no primeiro o esforço foi para produzir um levantamento histórico sobre como se deu o desenvolvimento urbano e as dinâmicas de segurança pública do local, já no segundo o investimento foi em compreender como as mães lidam com essa configuração social, inclusive com as recentes transformações que o mundo está passando devido à pandemia de coronavírus e à luta internacional pela vida das pessoas negras. Cabe destacar que o autor deste trabalho reside naquele local e uma das colaboradoras da pesquisa é a sua mãe, chamá-la para compor esse estudo (mesmo ela não havendo tido um tutelado assassinado) foi uma estratégia metodológica para facilitar a aproximação com as demais mulheres, que já tinham uma relação de afinidade com ela.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2313763 - ANGELA MERCEDES FACUNDO NAVIA
Interna - 1149569 - ELISETE SCHWADE
Interno - 2385456 - PAULO VICTOR LEITE LOPES
Externa à Instituição - ADRIANA DE RESENDE BARRETO VIANNA - UFRJ
Notícia cadastrada em: 21/06/2021 10:42
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa25-producao.info.ufrn.br.sigaa25-producao