CCHLA - PGAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ANTROPOLOGIA SOCIAL DIREÇÃO DO CCHLA Telefone/Ramal: (84) 3342-2240/2 http://www.posgraduacao.ufrn.br/ppgas

Banca de DEFESA: JARDELLY LHUANA DA COSTA SANTOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JARDELLY LHUANA DA COSTA SANTOS
DATA : 04/09/2017
HORA: 09:00
LOCAL: laboratório 2 - DAN/CCHLA
TÍTULO:

Um rastro de memória: terra, parentesco e ofícios na Família Belém em Acari/RN (Séc. XVIII-XXI)


PALAVRAS-CHAVES:

Memória. Parentesco. Ofícios.


PÁGINAS: 145
RESUMO:

O  trabalho tem como objetivo entender o processo de apagamento da presença negra no Seridó a partir da análise comparada dos documentos históricos e das memórias da "família Belém" composta por grupos domésticos oriundos de uma fazenda de criar que tem em seus registros o maior número de escravos nos meados do século XVIII. Se desde do início da colonização, os africanos escravizados estão presentes no Seridó, seus descendentes sofreram um processo de invisibilização e estigmatização além do esbulho de suas terras que foram “tomadas” pelos grandes fazendeiros. A trajetória genealógica da família Belém, as memórias dos descendentes dos Moura, dos Guiné e dos Belém foram cruzadas com os documentos históricos disponíveis. Irei descrever como "A família Belém" se constituiu em torno de um apagamento voluntário da mancha deixada pela escravidão. Busca-se, assim, através da perspectiva histórica, questionar os dados etnográficos e a partir dos dados etnográficos, preencher as lacunas deixadas pelos documentos históricos (Wachtel, 1990). Entre outros resultados, a  pesquisa revela uma grande diversidade de estatutos entre os afrodescendentes ao longo do processo histórico, a existência de práticas cotidianas e de ofícios que remetem diretamente ao passado colonial, apesar dos poucos registros da memória. Os vaqueiros, tropeiros, cozinheiras e outros personagens que exerceram ofícios especializados, testemunham, pelos seus saberes e práticas cotidianas, a continuidade histórica das populações africanas escravizadas no Seridó e estratégias de resistência à dominação.



MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1215344 - JULIE ANTOINETTE CAVIGNAC
Interno - 1337383 - JOSE GLEBSON VIEIRA
Externo ao Programa - 2432663 - HELDER ALEXANDRE MEDEIROS DE MACEDO
Externo à Instituição - CARLOS ALEXANDRE BARBOSA P. DOS SANTOS - UnB
Externo à Instituição - FLAVIO RODRIGO FREIRE FERREIRA - IFRN
Notícia cadastrada em: 31/07/2017 18:14
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa12-producao.info.ufrn.br.sigaa12-producao