Banca de QUALIFICAÇÃO: JOALISSON JONATHAN OLIVEIRA DINIZ

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JOALISSON JONATHAN OLIVEIRA DINIZ
DATA : 25/02/2022
HORA: 10:20
LOCAL: Sala Virtual no Google Meet
TÍTULO:

Entre repentes e sertões: presença, mudanças e continuidades da cantoria de viola no Seridó potiguar


PALAVRAS-CHAVES:

Cantoria de viola; presença; Seridó-RN; mudanças e continuidades; História dos Sertões.


PÁGINAS: 74
RESUMO:

A temática que abarca este trabalho é a cantoria de viola no sertão do Seridó potiguar, uma vez que o objetivo é analisar a presença da cantoria de viola nesse território, com enfoque na cidade de Caicó-RN, delimitando suas mudanças e continuidades ao longo do tempo. Dessa forma, este trabalho pretende averiguar as mudanças na escrita sobre a cantoria, ao mesmo tempo que investiga as mudanças e continuidades na cantoria no Nordeste de modo geral e, em especifico, na região do Seridó norte-rio-grandense. Outro intento que permeia esta dissertação é interpretar as leituras que os poetas violeiros têm sobre o sertão, bem como analisar o conjunto de relações socioculturais, regras e instrumentos que são empregados dentro da cantoria de viola, os quais determinam o seu funcionamento. Os debates teóricos são baseiam em conceitos da História Oral, História Cultural e Cultura Popular, além de diálogos e análises a partir dos conceitos de  genealogia, escrita da história e sertões. As fontes utilizadas são orais (testemunhos de cantadores da região do Seridó), fontes literárias (livros de poesias e antologias de poetas), fontes hemerográficas, (jornais Diário de Pernambuco, O Poty e Diário de Natal), livros de folcloristas e textos acadêmicos, assim como documentos diversos (como o registro fotográfico dos cantadores do primeiro festival de violeiros em Caicó-RN) presentes nos acervos pessoais dos poetas no município de Caicó. Ao final da pesquisa, percebe-se que: a cantoria de viola tem atuação no Seridó desde o segundo quartel do século XIX; a escrita sobre a cantoria se modifica, do mesmo modo os enunciados sobre os cantadores; e houve mudanças e continuidades a partir de demandas tecnológicas, como a rádio e a internet, e nas leituras que os cantadores fazem sobre os sertões. 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1414328 - JOEL CARLOS DE SOUZA ANDRADE
Interno - 2432663 - HELDER ALEXANDRE MEDEIROS DE MACEDO
Interno - 1718551 - LOURIVAL ANDRADE JUNIOR
Notícia cadastrada em: 10/02/2022 20:45
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa14-producao.info.ufrn.br.sigaa14-producao